Viagens de Gulliver | Jonathan Swift


Viagens de Gulliver | Jonathan Swift

Viagens de Gulliver | Jonathan SwiftTítulo: Viagens de Gulliver
Autor: Jonathan Swift
Gênero: Contos
Categoria: Literatura Britânica
Arquivo: PDF
Tamanho: 1158 KB

Baixar (Download)
O autor destas Viagens, Sr. Lemuel Gulliver, é meu antigo e íntimo amigo; há, parece, alguma relação entre nós pelo lado materno. Há cerca de três anos, o Sr. Gulliver fartando-se do assédio de pessoas curiosas que iam procurá-lo em sua casa em Redriff, comprou um pequeno pedaço de terra, com uma casa aprazível, perto de Newark, em Nottinghamshire, sua terra natal; onde agora vive retirado, embora na boa estima entre seus vizinhos.

Embora Mr. Gulliver tenha nascido em Nottinghamshire, onde seu pai viveu, eu o ouvi dizer que sua família veio de Oxfordshire; confirmando o fato, observei no cemitério da igrega em Bandury, neste condado, diversas tumbas e monumentos dos Gullivers.

Antes de deixar Redriff, confiou-me a custódia dos papéis que se seguem em minhas mãos, com a liberdade de dispor deles como achasse melhor. Eu os percorri cuidadosamente três vezes. O estilo é correto e simples; e o único defeito que encontrei é que o autor, à maneira dos viajantes, é um pouco por demais detalhista. Há um ar de aparente verdade no todo; e realmente o autor era tão distinguido por sua veracidade, que se tornou uma espécie de provérbio entre seus vizinhos em Redriff, quando alguém afirmava algo, dizer, era tão verdade como se o Sr. Gulliver o tivesse dito.

Por conselho de algumas pessoas prestigiosas, às quais, com a permissão do autor, mostrei estes papéis, agora aventuro-me a lançá-los ao mundo, esperando que possam ser, pelo menos por algum tempo, um entretenimento melhor para nossos jovens nobres, que as garatujas comuns de políticos e partidos.

Este volume teria sido pelo menos duas vezes maior, se eu não tivesse forçado a tirar inumeráveis passagens relativas aos ventos e ondas, bem como às variações e finalidades nas diversas viagens, juntamente com as descrições minuciosas do manejo do navio em tempestades, no estilo dos marinheiros; bem como a conta de longitudes e latitudes; embora tenha razão de temer que o Sr. Gulliver ficasse um pouco insatisfeito. Mas resolvi talhar o trabalho tanto quanto possível à capacidade geral dos leitores. Contudo, se minha própria ignorância dos negócios marítimos me levou a cometer alguns erros, só eu sou responsável por eles. E se qualquer viajante tiver a curiosidade de ver o trabalho inteiro, como veio das mãos do autor, estarei à disposição para satisfazê-lo.

www.megatimes.com.br
www.klimanaturali.org