Mostrando postagens com marcador Esportes. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Esportes. Mostrar todas as postagens

Copa do Mundo de Futebol de 2018 na Rússia - Estádios e Cidades-Sede

Copa do Mundo de Futebol de 2018 na Rússia - Estádios e Cidades-Sede 

Copa do Mundo de Futebol de 2018 na Rússia

Copa do Mundo de Futebol de 2018 na Rússia - Estádios e Cidades-Sede A Copa do Mundo FIFA de 2018  será realizada na Rússia entre os dias 14 de junho e 15 de julho. A competição contará com a participação de 32 seleções nacionais. Ao todo, serão realizadas 64 partidas. Será a 21ª edição deste que é o mais importante campeonato internacional de futebol do mundo.

A cerimônia de abertura e o primeiro jogo, assim como a final, ocorrerão no Estádio Olímpico Luzhniki em Moscou.

Eliminatórias - Os jogos das eliminatórias serão realizados entre os anos de 2016 e 2017. Até o momento (17/01/17), apenas a Rússia está garantida, pois como país-sede tem o benefício da classificação automática.

As eliminatórias são disputadas por 209 seleções de 6 Confederações. São 53 seleções africanas; 46 asiáticas; 54 europeias; 35 da América do Norte, Central e Caribe; 11 da Oceania e 10 da América do Sul.

Mascote - A mascote da Copa de 2018 será um simpático lobo chamado Zabivaka. Ele usa um uniforme de futebol nas cores da bandeira da Rússia (vermelha, branca e azul). Em russo, seu nome significa “aquele que marca”.

Logotipo Copa 2018 - Russia
Logotipo - O logotipo resgata tradições e a arte da Rússia, principalmente na referência aos Ovos Fabergé (joias da época dos czares). Ao mesmo tempo, pretende mostrar um aspecto moderno e inovador da Rússia atual. O logotipo mostra o troféu estilizado nas cores vermelha, preta, azul branca e dourada.  O desenho foi elaborado pela Brandia Central, um estúdio de criação de Portugal.

Sedes da Copa de 2018 e seus estádios

A Copa do Mundo de 2018 na Rússia contará com onze cidades-sede e 12 estádios.


Cidade-sede e nome do estádio:

 Kaliningrado – Estádio de Kalinigrado
#Kaliningrado – Estádio de Kalinigrado - 35.000

 Kaliningrado – Estádio de Kalinigrado - 35.000

#Kazan – Kazan Arena - 45.379
#Kazan Arena - 45.379

 Kazan – Kazan Arena - 45.379

#Moscou – Estádio Spartak (Otkrytie Arena) - 45.360
Moscou – Estádio Spartak (Otkrytie Arena) - 45.360

 Moscou – Estádio Spartak (Otkrytie Arena) - 45.360

Moscou - Estádio Luzhniki - 81.000
Moscou - Estádio Luzhniki - 81.000

 Moscou - Estádio Luzhniki - 81.000

Nizhny Novgorod - Estádio de Nizhny Novgorod - 45.331
Nizhny Novgorod - Estádio de Nizhny Novgorod - 45.331

 Nizhny Novgorod - Estádio de Nizhny Novgorod - 45.331

Rostov-on-Don – Rostov Arena - 45.000
Rostov-on-Don – Rostov Arena - 45.000

 Rostov-on-Don – Rostov Arena - 45.000

Krestovsky Stadium
Krestovsky Stadium

 São Petersburgo - Estádio de São Petersburgo (Krestovsky Stadium) - 68.134

Samara – Samara Arena - 44. 807
Samara – Samara Arena - 44. 807

 Samara – Samara Arena - 44. 807

Saransk – Arena Mordóvia - 45.015
Saransk – Arena Mordóvia - 45.015

 Saransk – Arena Mordóvia - 45.015

Sóchi - Estádio Olímpico de Fisht - 47.659
Sóchi - Estádio Olímpico de Fisht - 47.659

 Sóchi - Estádio Olímpico de Fisht - 47.659

Volgogrado –  Volgogrado Arena - 45.568
Volgogrado –  Volgogrado Arena - 45.568

 Volgogrado –  Volgogrado Arena - 45.568

#Ekaterimburgo – Ekaterimburgo Arena - 35.000
#Yekaterimburgo – Ekaterimburgo Arena - 35.000

 Ekaterimburgo – Ekaterimburgo Arena - 35.000

Jogos Olímpicos de Verão de 1980 em Moscou na Rússia

Jogos Olímpicos de Verão de 1980 em Moscou na Rússia

JOGOS OLÍMPICOS DE VERÃO DE 1980 EM MOSCOU NA RÚSSIAOs Jogos da XXII Olimpíada da era moderna realizaram-se em 1980 na cidade russa (ex-União Soviética) de Moscou. Os jogos tiveram início a 19 de julho, prolongando-se até 3 de agosto e contaram com a participação de 5,217 atletas oriundos de 80 países, que competiram em 21 modalidades.

Como uma das duas cidades que se ofereceram para sediar os Jogos Olímpicos de 1980 (sendo a seugnda Los Angeles) Moscou derrotou Los Angeles, na votação da escolha da cidade-sede, em 23 de outubro de 1974, 39 votos contra 20.

Boicote - Dado a invasão soviética do Afeganistão, em 1979, os Estados Unidos decidiram boicotar os jogos olímpicos de 1980, o presidente americano Jimmy Carter deu um ultimato aos soviéticos, em 20 de fevereiro de 1980, para a completa remoção das tropas militares no Afeganistão. O boicote foi anunciado em 21 de março.

Jimmy Carter pressionou outros países em aderir ao boicote, em que 45 países aderiram, incluindo a Alemanha Ocidental, o Canadá e o Japão. Alguns países de cunho capitalista apoiaram o boicote, como a França, Grécia e o Reino Unido, mas deixaram seus atletas decidir-se por eles mesmos se eles queriam ir à União Soviética ou não. Porém, esses três países mandaram uma delegação de atletas muito menor do que eles normalmente mandam aos jogos olímpicos. Por causa disso, a Itália foi a principal representante da Europa Ocidental nos jogos de 1980. O boicote afetou severamente muitos eventos.

No total, 80 países competiram nos jogos de 1980, o número mais baixo desde 1956. De uma maneira ou outra, os jogos foram bem organizados, e mais recordes olímpicos foram quebrados nos jogos de 1980 do que nos jogos de 1976, realizados em Montreal.

JOGOS OLÍMPICOS DE VERÃO DE 1980 EM MOSCOU NA RÚSSIA


Destaques
  • O ginasta soviético Aleksandr Dityatin vence em oito diferentes eventos de ginástica, ganhando medalha de ouro em cada uma delas

  • O nadador soviético Vladimir Salnikov vence três medalhas de ouro. Seu tempo nos 1500 metros estilo livre é o primeiro registrado com menos de 15 minutos.

  • Hóquei feminino aparece pela primeira vez como modalidade olímpica. Seis diferentes países competiram: Áustria, Checoslováquia, Índia, Polônia, União Soviética e Zimbabwe. A medalha de ouro foi vencida por Zimbabwe.
  • Teófilo Stevenson, de Cuba, foi o primeiro boxeador a vencer três consecutivos títulos olímpicos.
Modalidades Olímpicas
Andebol, Atletismo, Baseball, Basquetebol, Boxe, Canoagem, Ciclismo, Equitação, Esgrima, Futebol, Ginástica, Halterofilismo, Hóquei em campo, Judô, Lutas Amadoras, Natação, Pentatlo Moderno, Remo, Softbol, Ténis, Tiro, Tiro com Arco, Voleibol

Futebol Americano

Futebol Americano  

Futebol Americano

Derivado do rugby inglês, o futebol americano começou a ser disputado nas universidades da costa atlântica, com regras que variavam de uma para outra. A primeira partida intercolegial foi disputada em 6 de novembro de 1869, quando Princeton venceu Rutgers por 6/4.

Popularizado nas universidades americanas desde o início do século XIX, o futebol americano se profissionalizou e tornou-se, como o beisebol, um dos esportes mais populares dos Estados Unidos.

A bola oval foi adotada a partir de 1875 e, em 1880, as equipes foram limitadas em 11 jogadores. A violência do esporte levou à criação dos uniformes protegidos com rígidas armações, que diminuem os riscos. O esporte se profissionalizou nos Estados Unidos e no Canadá. A primeira associação profissional americana foi criada em 1920.

O futebol americano é disputado por equipes de 11 jogadores: sete dianteiros (os linemen), um armador (o quarterback), dois médios e um defensor. As extremidades do campo são chamadas linhas de meta e a faixa que se estende atrás delas é a zona final. Os postes de gol ficam sobre as linhas de meta. O campo é marcado a cada cinco metros com linhas paralelas às da meta. A partida dura uma hora, dividida em quatro tempos de 15 minutos.

O objetivo é ultrapassar com a bola a zona final, o que se chama um touchdown e vale seis pontos. A equipe que o consegue tem ainda a chance de marcar outro ponto, com uma jogada comum ou um chute entre os postes de gol. O jogo começa com as equipes frente a frente. A um sinal combinado, o dianteiro central recua a bola, por entre as pernas, para o quarterback, um dos médios ou o defensor. Simultaneamente, os outros dianteiros lançam-se contra os adversários, para abrir brecha que permita o avanço do jogador que conduz a bola; a defesa, ao contrário, investe sobre este para detê-lo, usando até as mãos. Quando consegue, a bola é reposta em jogo no lugar em que ficou. Se a equipe atacante não avançar dez metros em quatro tentativas, perde a bola para o adversário e passa a defender.

www.klimanaturali.org

Rodeio (Jogo Hípico)

Rodeio (Jogo Hípico)

#Rodeio (Jogo Hípico)Rodeio é um exercício de caráter essencialmente hípico, que envolve concursos e exibições. Sua origem está nas atividades dos vaqueiros durante a era da pecuária semi-selvagem no oeste americano e norte do México, na segunda metade do século XIX. As cinco competições principais consistem em: montar cavalos bravos (broncos) encilhados e em pêlo, montar touros, laçar bezerros em plena corrida e derrubar novilhos pelos chifres.

Surgido das atividades próprias do cuidado e condução de gado, o rodeio transformou-se num espetáculo público que atrai grande número de espectadores em todo o continente americano. No Brasil, o rodeio conquistou enorme popularidade nas zonas pecuaristas do Sul e do Centro-Oeste, nas últimas décadas do século XX.

Os programas também podem incluir provas de destreza no laço e muitas outras. A corrida, em cavalos encilhados, em torno de uma série de barris é uma competição comum para mulheres. Mais da metade de todos os rodeios independe de feiras ou exposições de gado, e muitos se realizam em arenas dedicadas exclusivamente ao esporte. No Brasil, um dos maiores estádios para a prática de rodeio foi projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer na cidade de Barretos, em São Paulo. Construído em 1989, ele tem a forma de ferradura e capacidade para 35.000 pessoas.

As demonstrações de habilidade e arrojo que têm lugar no rodeio, assim como na vaquejada brasileira, devem ter surgido já nos primórdios da domesticação do gado. Como esporte, porém, o rodeio nasceu e se organizou como espetáculo tipicamente americano, principalmente no norte do continente. O gaucho sul-americano deixou poucas marcas no rodeio. A contribuição da Austrália foi pequena, a despeito da popularidade do rodeio naquele país, onde é muitas vezes chamado de "carnaval dos bosquímanos". Uma importação valiosa do exterior foi o gado zebu, utilizado na maioria das provas com touros.

Rodeio (Jogo Hípico)

Nos Estados Unidos, o rodeio encontrava-se já notavelmente desenvolvido nas últimas décadas do século XIX. Em 1882, um espetáculo patrocinado por William F. Cody, o Buffalo Bill, em Nebraska, atraiu cerca de mil competidores. Seu sucesso inspirou o Wild West Show, de Buffalo Bill, inaugurado em Omaha, no ano seguinte. O programa era essencialmente composto de números de rodeio.

Torneios como o Cheyenne Frontier Days, iniciado em 1897, tornar-se-iam populares encontros anuais. No início do século XX, mais de duas centenas de espetáculos itinerantes análogos popularizaram o cowboy e suas habilidades nos Estados Unidos e em todo o mundo. Em 1929 criou-se a Associação de Rodeio da América, para regulamentar o esporte. As regras hoje vigentes são, em geral, as da Associação dos Vaqueiros Profissionais de Rodeio.

Nas provas de laçar bezerros e derrubar novilhos, ambas cronometradas, os animais entram na arena em disparada. O bezerro deve ser laçado, derrubado e ter três patas amarradas, o que, nos campeonatos, deve ser feito em cerca de 16 segundos. Ao ser derrubado, o novilho deve ficar com a cabeça e as quatro patas em linha; um tempo comum em campeonatos é de 11 segundos, mas o recorde é de menos de dez.

Nas provas de montaria, o cavaleiro monta o animal antes da abertura do portão, e deve manter-se sobre ele segurando-se com apenas uma das mãos. O julgamento, com base num sistema de pontos, leva em conta o desempenho do animal e do montador. Os cavalos bravos não são treinados para atirar o cavaleiro ao chão. As regras do rodeio profissional proíbem ações violentas com a finalidade de irritar o animal. Em todas as provas de montaria, o concorrente é desclassificado se toca no animal ou nos arreios com a mão que está livre.

www.klimanaturali.org

Boxe, História do Boxe

Boxe, História do Boxe 

Boxe, História do Boxe Boxe é o tipo de luta na qual dois adversários trocam socos com as mãos protegidas por luvas acolchoadas, em combate travado num quadrilátero limitado por cordas.

Entre os ataques de seus detratores e o entusiasmo de seus apreciadores, o boxe é um esporte de massas, que cativa o grande público.

História do BoxeEm sua versão moderna, o boxe surgiu na última metade do século XVII, na Inglaterra, onde o primeiro campeão nacional foi James Figg, em 1719. Nessa época não havia limitação de tempo para as lutas, que só terminavam com a desistência de um dos adversários. Eram disputadas sem luvas, permitiam-se golpes de luta livre para derrubar o adversário e era comum um lutador atacar um oponente caído.

Entre 1734 e 1750, o inglês Jack Broughton foi o primeiro a contribuir para a sistematização do esporte. Ao deixar de lado as técnicas rudes de seus antecessores, deu maior ênfase ao jogo de punhos e pernas. Tais regras regeram o boxe até 1838, quando foram substituídas pelo código de Londres. No final do século XVIII, outro grande lutador inglês, John Gentleman Jackson, usando o jogo de pernas e de corpo derrotou Daniel Mendoza, conquistando o título inglês. Mendoza então abriu uma academia em Londres, introduziu no esporte o uso de luvas acolchoadas e atraiu para sua escola a elite inglesa. Daí surgiu a definição do boxe como sendo o "esporte dos nobres". As regras de 1867, que com ligeiras modificações regem o esporte até os dias atuais, foram estabelecidas por John Graham Chambers, do Clube Atlético Amador. As regras procuraram destacar a destreza e a arte dos lutadores.

Foi a partir de 1872 que os lutadores passaram a ser classificados em diversas categorias, conforme o peso de cada um. O ringue elevado, com isolamento de cordas dispostas em três alturas diferentes, surgiu em 1891. No início do século XX, o dentista inglês Jack Marks inventou o protetor de dentes, hoje universalmente adotado. Associações para controle e sistematização de lutas surgiram na Inglaterra, Estados Unidos e posteriormente em outros países europeus. Em 1904 o boxe foi incluído novamente entre os esportes olímpicos, ao lado da luta greco-romana.

O maior desenvolvimento do esporte veio com o profissionalismo. Com o tempo surgiram as duas organizações mais importantes do boxe mundial, a Associação Mundial de Boxe (AMB) e o Conselho Mundial de Boxe (CMB), cada uma delas com suas próprias listas de campeões. Alguns campeões conseguiram unificar seus títulos vencendo lutas organizadas pelas duas entidades. Para chegar ao título mundial o boxeador ou pugilista deve derrotar os adversários mais bem colocados nas listas das associações internacionais, publicadas mensalmente. Entre as disputas amadoras, a mais importante é a dos Jogos Olímpicos. Em geral os campeões olímpicos se tornam depois profissionais.

A origem anglo-saxônica do boxe moderno explica a hegemonia dos Estados Unidos nesse esporte durante a primeira metade do século XX. Posteriormente, boxeadores de todo o mundo, sobretudo de países latino-americanos, passaram a dominar em várias categorias. Mas a supremacia dos Estados Unidos persiste na tradicional categoria dos pesos-pesados, a que mais desperta interesse em todo o mundo, revelando nomes que se tornaram legendários na história do boxe, como Jack Dempsey, Rocky Marciano, Joe Louis, Cassius Clay (Mohamed Ali) e, mais recentemente, Mike Tyson.

Regras e golpes no Boxe

Regras e golpes no BoxeAs lutas são realizadas num quadrilátero (ringue) cercado por cordas e com sete metros de lado. As lutas dividem-se em assaltos com três minutos de duração. O número de assaltos em lutas de profissionais oscila entre quatro e 15. As de amadores são disputadas em três assaltos. Usam-se luvas acolchoadas de seis a oito onças (de 172 a 230 gramas) de peso. São consideradas faltas (fouls) golpes abaixo da cintura, cabeçadas, socar o adversário com uma das mãos enquanto a outra segura sua cabeça, atacar o adversário caído ou golpeá-lo na nuca.

As lutas podem ter uma das seguintes decisões: vitória por nocaute (o árbitro contará dez segundos a partir do momento em que constatar que um lutador está caído no chão por força de golpe bem dirigido); vitória por pontos; empate; vitória por nocaute técnico (o segundo principal jogará a toalha ou a esponja no ringue ou o árbitro constatará uma lesão que impeça o lutador de prosseguir); vitória por desclassificação (três faltas, aplicação de golpe proibido, simulação de recebimento de golpe, falta de combatividade, ou falta grave dos segundos); vitória por abandono. A luta sem decisão (no contest) acontecerá quando o árbitro a suspender por falta de combatividade dos dois pugilistas, estado precário do tablado ou alguma intervenção externa e irregular, como uma reação incontrolável do público.

Os golpes mais comuns são: o gancho, dado com o braço flexionado e de baixo para cima; o swing, desferido com o braço descrevendo um círculo (é golpe perigoso para quem o dá, por ficar com a guarda aberta); o jab, golpe rápido e curto, preparatório de golpes mais potentes. Um golpe perigosíssimo, se aplicado com violência e no tempo certo, é o uppercut, gancho curto, de baixo para cima, dirigido à ponta do queixo. Existem lutadores exímios na aplicação desse golpe, que já decidiu inúmeras lutas por nocaute. Atualmente o boxe está dominado por lutadores de socos poderosos, em prejuízo do que os aficionados do esporte chamam de "balé" no ringue. Dá-se maior ênfase à luta ofensiva, a curta distância, e ao corpo-a-corpo violento.

As atuais categorias profissionais são as seguintes: mosca, até 51kg; galo, até 54; pena, até 58; leve, até 62; meio-médio, até 67; médio, até 73; meio-pesado, até oitenta; e pesado, acima de oitenta. Há categorias intermediárias, como mosca-leve, até quarenta quilos; super-mosca, até 53; super-galo ou pena-ligeiro, até 59; super-leve ou meio-médio-ligeiro, até 64; super-meio-médio, ou médio-ligeiro, até setenta; e cruzador, até 86 quilos.

Críticas ao boxe O esporte vem sendo objeto de críticas e em alguns países existem movimentos visando sua proibição. Na Suécia o boxe foi proscrito em 1969 e na Noruega em 1982. Várias associações médicas, em todo o mundo, já se manifestaram contra o esporte, provando que ele pode causar lesões oculares e cerebrais. Tal pressão levou o Conselho Mundial de Boxe a reduzir de 15 para 12 o número de assaltos nas lutas válidas por títulos. Nos Jogos Olímpicos tornou-se obrigatório o uso de capacetes. Os médicos assistentes conquistaram o direito de suspender uma luta, mesmo que o árbitro se manifeste contra. Ainda assim, um elevado número de pugilistas tem morrido nos ringues ou sofrido sérias lesões físicas.

Boxe no BrasilEm 1914 o esporte começou a ser praticado na Società dei Canotieri Esperia (mais tarde, Clube Esperia). No final da década de 1920 chegou ao Brasil o técnico italiano Celestino Caversazio, que logo fez escola, mas somente em 1933 o Brasil conquistou um título internacional, com o marinheiro carioca Jaques Resende.

O país ganharia outros títulos sul-americanos, com Pedro Galasso e Éder Jofre, que foi o grande nome do boxe brasileiro. Outros brasileiros destacaram-se nos ringues, mas somente Miguel de Oliveira conseguiria repetir o feito de Éder Jofre, conquistando o título mundial dos médios-ligeiros, em 1975.

www.klimanaturali.org

Boliche (Jogo de Salão)

Boliche (Jogo de Salão)  

Boliche (Jogo de Salão)

Boliche é um jogo cujo objetivo é derrubar com uma bola um número maior de pinos -- balizas cilíndricas de madeira -- que o adversário. Há notícia de jogos semelhantes em muitas épocas e lugares. A forma atual surgiu na Alemanha e Países Baixos no século XVI e foi levada para a América do Norte por imigrantes holandeses. O número de jogadores e clubes de boliche não parou de crescer, sobretudo nos Estados Unidos, onde o jogo se tornou um esporte muito popular. Em 1951 surgiu uma federação internacional, que se ocupa do boliche e também de jogos similares.

Um dos mais antigos jogos conhecidos consiste em lançar a bola num objeto para derrubá-lo. O boliche é uma versão moderna desse passatempo.

Disputado primeiro em gramados, o boliche acabou sendo praticado em locais fechados, obedecendo a regras rígidas. A pista de arremesso, de madeira resistente e bem nivelada, deve ter vinte metros de comprimento com pouco mais de um metro de largura. Os pinos, em número de dez, são dispostos em triângulo com noventa centímetros de lado. Feitos de madeira, seu peso oscila entre 980 e 1.425g, com uma altura de pouco menos de quarenta centímetros e um diâmetro de seis centímetros de base. A bola, de madeira ou de resina, tem três orifícios, para os dedos polegar, médio e anular, e pesa entre 4 e 7,25 kg.

A partida divide-se em dez casas - ou quadros - e em cada uma delas o jogador pode lançar duas bolas, que devem rolar pela pista. Cada pino derrubado vale um ponto, mas podem-se ganhar pontos adicionais. Se todos os pinos forem derrubados no primeiro arremesso, registra-se um strike e, aos dez pontos normais, somam-se os conseguidos nos dois lançamentos seguintes. Se restarem pinos de pé, os derrubados são retirados antes do lançamento da segunda bola. Caso esta atinja os pinos restantes, derrubando-os, marca-se um spare, e aos dez pontos normais somam-se os marcados no lançamento de uma bola adicional. No caso de dois strikes consecutivos, o jogador ganha vinte pontos mais o número de pinos derrubados na primeira bola da casa seguinte. Um escore perfeito é de 300 pontos - 12 strikes consecutivos.

www.klimanaturali.org

Bocha, Jogo de Origem Italiana

Bocha, Jogo de Origem Italiana 

#Bocha, Jogo de Origem Italiana

A bocha é jogada em uma quadra estreita e comprida, com piso de terra batida, limitada por duas cabeceiras e duas laterais de madeira. A disputa é geralmente entre duas equipes que, por meio de uma série de bochas (bolas) diferenciadas entre si como lisas e riscadas, ou por cores distintas, procuram marcar pontos, até chegar a um total determinado que defina a partida a favor de uma delas.

Jogo de origem italiana, a bocha foi levada para vários pontos do mundo e hoje é praticada oficialmente em numerosos países.

Os jogadores devem aproximar o máximo possível bolas, de madeira ou plástico, de uma outra bola menor, o bolim. A partida pode ser disputada entre duas pessoas, ou entre duplas ou trincas, e um sorteio indica qual jogador lançará o bolim, à distância mínima de um metro da metade da cancha. O mesmo jogador lançará sua bocha para aproximá-la do bolim, mas não pode empurrá-lo a uma distância maior do que cinquenta centímetros. O jogador da equipe adversária tem como objetivo afastar a bocha de seu opositor ou colocar a sua mais perto do bolim do que a do adversário.

Lançadas as bochas, a equipe que conseguir ficar mais próxima do bolim será a vencedora, contando-se como pontos a posição das bochas jogadas. O jogo permite dois tipos de ação: o ponto, se o objetivo é aproximar a bocha do bolim; e a bochada, quando o jogador quer afastar a bocha adversária de perto do bolim.

A primeira organização de bocha formou-se em Turim, em 1888. O primeiro campeonato mundial foi realizado em Gênova, em 1951. O jogo é apreciado também em comunidades italianas dos Estados Unidos e da Austrália, e tem relativa popularidade na América do Sul, inclusive no Brasil. Há uma confederação sul-americana e o órgão máximo mundial é a Fédération Internationale de Quilleurs (Federação Internacional dos Jogadores de Bocha), com sede em Helsinki, Finlândia.

www.klimanaturali.org