Youtube Channels

Acentuação | Língua Portuguesa

Acentuação | Língua Portuguesa

Acentuação

Em nenhum idioma se enunciam igualmente as sílabas de um vocábulo, nem as palavras de uma frase. Todos os idiomas recorrem à acentuação, seja ela expressa por sinais gráficos ou não, para dar destaque a sílabas ou palavras.

Acentuação é o ato, modo ou sistema de dar ênfase à pronúncia de uma sílaba (no caso de um vocábulo) ou de um termo (no caso de uma frase). O acento é de quantidade (sílabas longas que se opõem às breves), de musicalidade (sílabas agudas, que se destacam das graves) ou de intensidade (sílabas tônicas em contraposição às átonas).


No grego e no latim, a musicalidade e a quantidade predominavam; por isso, a nomenclatura que adotaram, e que ainda se usa, é eminentemente musical, a começar pela palavra "prosódia", ou "acento", ligadas ao grego ode e ao latim cantus, que significam "canto". No inglês, no alemão e no francês prevalece a intensidade, mas a quantidade tem grande importância. No italiano e no espanhol, exatamente como no português, a intensidade é o único relevo. Na frase, porém, a entonação musical é decisiva e recai sobre determinados elementos de sua composição, para assinalar a indagação, a dúvida, a admiração e outros estados emocionais.


No português, os monossílabos são tônicos ou átonos segundo o ritmo da frase. Os dissílabos são oxítonos quando acentuados na última sílaba (contém, fuzil), ou paroxítonos (contem, fúsil). Os trissílabos, como os polissílabos, podem ter o acento na última (continuou, amarão), na penúltima (continuo, amaram, sabia), ou na antepenúltima sílaba (árabe, gótico), e são portanto oxítonos, paroxítonos ou proparoxítonos. Na frase, as formas verbais podem ligar-se a pronomes átonos, formando metaproparoxítonos (amávamos-te, dava-se-lhe). Algumas palavras, como os grandes polissílabos, têm acentos secundários, que se chamam subtônicos (sabiamente, mulherzinha).


A acentuação gráfica em português é complexa porque tem dupla função: indicar a sílaba tônica da palavra (intensidade) e sugerir o timbre vocálico da sílaba acentuada, isto é, a pronúncia aberta ou fechada. Há quatro sinais diacríticos: acento agudo (') para a sílaba tônica aberta; acento grave (`) para indicar a contração da preposição a com o artigo a ou com os demonstrativos aqueles (s), aquela (s), aquilo; acento circunflexo (^) para sílaba tônica fechada; e til (~) para a nasal. O sistema parte do pressuposto de que toda palavra de duas ou mais sílabas, não acentuada graficamente, é paroxítona.

Regras de acentuação em português. Segundo a prosódia, acentuam-se as palavras:


(1) Proparoxítonas: todas, sem exceção.


(2) Paroxítonas: (a) terminadas em -i, -is, -us (júri, tênis, ônus); (b) terminadas em -ã, ãs, -ão, ãos, (ímã, órfãs, órgão, órfãos); (c) terminadas em -um e uns (álbum, álbuns); (d) terminadas em -om e -ons (rádom, eléctrons); (e) terminadas em ditongos orais, seguidos ou não de -s (jóquei, fósseis); (f) terminadas em -l, -n, -x, -ps (fútil, hífen, mártir, fênix, fórceps). Os prefixos paroxítonos por não possuírem existência autônoma na língua, jamais são acentuados (super-resistente, anti-realista).


(3) Oxítonas: (a) terminadas em -a, -e, -o, seguidos ou não de -s (marajá, ipê, cipó, cajás, buquês, jilós); (b) terminadas em -em e -ens (ninguém, manténs).


Além desse critério, há uma série de regras de acentuação, segundo a sistemática gramatical, a saber: (1) Acentuam-se o -i e o -u tônicos, que estejam em hiato com o anterior, quando formarem sílabas sozinhos ou quando seguidos de -s (Gravataí, saúde, egoísmo, balaústre). Não são acentuados, contudo, -i e -u tônicos em hiatos com a vogal anterior, quando seguidos de -nh (tainha, graunha). (2) Acentua-se o -u proferido, quando precedido de g- ou q- e seguido de -e ou -i (averigúe, argúi). (3) Recebe acento circunflexo o primeiro o- tônico do hiato -ôo, em final de vocábulos, seguido ou não de -s (perdôo, vôos). (4) Recebe acento circunflexo o primeiro e- tônico do hiato -êem, ocorrente na terceira pessoa do plural dos verbos ler, ver, dar e crer e seus compostos (lêem, vêem, dêem, crêem). (5) Acentua-se a base dos ditongos tônicos éi, ói e éu (dispnéia, cinzéis, apóio, sóis, réu, chapéus). (6) Acentuam-se os monossílabos tônicos terminados em -a, -e, -o, seguidos ou não de -s (pá, pé, pó, ás, és, nós, mês, pôs). (7) Recebe trema o u proferido, precedido de g- ou q- e seguidos de e- ou i- (agüentar, conseqüência, lingüiça, tranqüilidade).


Acento diferencial. Antes da reforma ortográfica de 1971, empregava-se, no Brasil, o acento diferencial de timbre, isto é, recebiam acento circunflexo o -e e -o fechados da sílaba tônica de palavras em homografia com outras em que aquelas vogais fossem abertas. A partir de então deixou-se de usar esse acento, com exceção da palavra pôde (perfeito) em homografia com pode (presente). Permanecem, contudo, em vigor os seguintes acentos diferenciais: (1) De intensidade, que serve para distinguir os homógrafos átonos dos tônicos. Ex.: pára (verbo)/para (preposição); pôr (verbo)/por (preposição); péla, pélas (verbo e substantivo)/pela, pelas (combinação da preposição com artigo), pêlo, pêlos, pélo (substantivos e verbo)/pelo e pelos (combinação de preposição com artigo); pólo, pólos (substantivo)/polo, polos (combinações populares de preposição com artigo); côa, côas (verbo)/coa, coas (contração de preposição com artigo, com perda da ressonância nasal, empregada em poesia); porquê (substantivo)/porque (conjunção); quê (substantivo, interjeição e em final da frase)/que (pronome relativo e conjunção); (2) De número, usado na terminação -em da terceira pessoa do plural de certos verbos (ele vem, mantém, provém/eles vêm, mantêm, provêm).


http://www.klimanaturali.org/

https://www.megatimes.com.br/

Os Maiores Rebanhos de Ovinos do Mundo

 Os Maiores Rebanhos de Ovinos do Mundo

Ovinos no Mundo
www.klimanaturali.org


Maiores Produtores de Peixes do Mundo

Maiores Produtores de Peixes do Mundo

Produtores de Peixes no Mundo
www.klimanaturali.org
 

Maiores Produtores de Esturjão do Mundo

 Maiores Produtores de Esturjão do Mundo

Esturjão no Mundo
www.klimanaturali.org


Índice de Democracia | Democracia da Ásia

 Índice de Democracia | Democracia da Ásia

Índice de Democracia | Democracia da Ásia


Maiores Produtores de Maçã da América do Sul

 Maiores Produtores de Maçã da América do Sul

Maçã na América do Sul


Os Maiores Produtores de Cana-de-Açúcar do Mundo

Os Maiores Produtores de Cana-de-Açúcar do Mundo

Cana-de-Açúcar do Mundo

Os Países Mais Visitados do Mundo

Os Países Mais Visitados do Mundo 

Os Países Mais Visitados do Mundo


Arquivo