Olhai os Lírios do Campo (Érico Veríssimo)

Olhai os Lírios do Campo (Érico Veríssimo)

Olhai os Lírios do Campo (Érico Veríssimo)De 1938 , é um dos livros nacionais que mais alcançou grande número de edições. Conta a história de Eugênio e Olívia, dois médicos, que sofrem as angústias do mundo moderno. O livro divide-se em duas partes sendo a primeira o cruzamento de dois níveis temporais: o presente (Eugênio dentro do carro em direção ao hospital) e o passado ( sua vida de infância, seus traumas, seus traumas, seu conhecimento, com Olívia, o casamento com Eunice ,a frustração, o sentimento de se ter vendido para vencer). A Segunda parte desenvolve-se de maneira mais linear, embora o passado se misture ao presente da filha. Assim , nesta narrativa de vários planos temporais, entrelaça-se uma crítica à sociedade fútil e vazia,ao acúmulo de riquezas e à consequente hipocrisia das relações sociais. Neste mundo em crise , a voz de Olívia representaria a mensagem do próprio autor, simbolizada na metáfora do título. Uma mensagem de otimismo de confiança, que Eugênio, só compreenderá no final.

"Era preciso pensar nos outros e fazer alguma coisa em favor deles.... Por que não começar algum trabalho em benefício das crianças abandonadas? Dar-lhes alimentação adequada , boas roupas m higiene, instrução, assistência médica e dentária, colônia de férias, oportunidades de se divertirem, de serem alegres..."

É sintomático que o herói do romance, Eugênio, seja médico. O médico tornou-se na sociedade atual, aquele mediador entre a ciência , a técnica e o sentimento humanitário. Pensando primeiro em si mesmo, egoisticamente, Eugênio evolui para a solidariedade, através das colocações de Olívia, que embora morta, é um personagem presente no romance ,fazendo contraponto com Eugênio.

Arquivo