Rio Magdalena na Colômbia

Rio Magdalena na Colômbia

Maior rio da Colômbia, o Magdalena é uma ativa via comercial e a principal fonte de pescado do país, além de abrigar em seu vale a maior parte da população colombiana.

O rio Magdalena nasce na bifurcação das cordilheiras Central e Oriental dos Andes, a mais de 3.500m de altitude. Percorre a Colômbia de sul a norte, numa extensão de 1.550km, e sua bacia tem uma superfície de 260.000km2. O leito do rio é irregular, com cheias na primavera e no outono e estiagens no inverno e no verão. O primeiro trecho, rápido e abrupto, corre ao longo de gargantas estreitas. Passada a cidade de Neiva, a corrente se torna mais tranqüila, exceto pelas corredeiras nas proximidades do porto de Honda. No curso médio até Nare recebe diversos afluentes, e a partir de Mompós o terreno baixo dá margem à formação de pântanos, inundados em época de cheia. No curso baixo recebe os principais afluentes: San Jorge, César e Cauca. Abre-se a seguir em delta ao desembocar no mar do Caribe, onde, nas bocas do rio, se acumulam sedimentos e se formam bancos de areia.

Rio Magdalena na Colômbia
Rio Magdalena nos Andes colombiano
Rio Magdalena na Colômbia
Mapa do Rio Magdalena
O Magdalena foi a principal via de penetração dos colonos espanhóis no interior do país. O comércio fluvial se intensificou em meados do século XIX, quando foram introduzidas embarcações a vapor para o transporte do fumo. A navegação permanente só é possível até Puerto Berrío, perto de Medellín. Barranquilla, cidade próxima à desembocadura, é o porto mais importante da Colômbia. O acesso de grandes embarcações tornou-se possível graças à canalização da boca de Cenizas. Outros portos importantes são os de Cartagena, acessível pelo canal do Dique, Puerto Salgar, Barrancabermeja e Gamarra.
www.klimanaturali.org
www.geografiatotal.com.br