Batimento | Física

Tags

Batimento | Física

Batimento | Física

Batimento é um fenômeno que resulta da superposição de dois trens de ondas senoidais, de frequências muito próximas. Quando, além disso, as amplitudes das ondas que se superpõem são iguais, tem-se como resultado ondas de amplitudes que variam lentamente no tempo, entre um valor máximo e um valor mínimo. Cada flutuação da amplitude entre esses dois valores constitui um batimento, cuja frequência - número de batimentos por unidade de tempo - é função das frequências dos trens de ondas iniciais.

A análise dos batimentos permite determinar, com precisão, a diferença entre as frequências de dois sons. Quando forem suficientemente baixas, as frequências dos batimentos podem ser percebidas pelo ouvido humano, e essa propriedade é muito utilizada na afinação de instrumentos musicais.

Os batimentos são um fenômeno próprio das ondas elásticas, como o som, e das ondas eletromagnéticas, como as de rádio, e possuem inúmeras aplicações práticas. Assim, podem ser utilizados para sincronizar dois alternadores, bastando para isso intercalar-se entre eles uma lâmpada alimentada por eles mesmos, a qual permanecerá apagada se esses alternadores forem síncronos. No caso de alternadores trifásicos, utiliza-se um motor cujo stator recebe corrente de um deles, enquanto o rotor recebe corrente do outro. São também empregados em telegrafia sem fio, onde um pequeno número de batimentos é produzido a cada segundo, correspondendo à frequência audível.

www.klimanaturali.org