Mostrando postagens com marcador El Salvador. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador El Salvador. Mostrar todas as postagens

El Salvador | Aspectos Geográficos e Socioeconômicos de El Salvador

El Salvador | Aspectos Geográficos e Socioeconômicos de El Salvador

 El Salvador, Aspectos Geográficos e Socioeconômicos de El SalvadorEl Salvador é um pequeno país da América Central, limitado a norte e a leste pelas Honduras, a leste pelo Golfo de Fonseca, a sul pelo Oceano Pacífico e a oeste pela Guatemala. El Salvador é, com Belize, um dos dois países da América Central que não possuem costa quer no oceano Atlântico, quer no mar das Caraíbas, e o único que só tem litoral pacífico. O interior é montanhoso e no litoral existe uma estreita planície costeira, que é mais larga no centro do país, na área da foz do rio Lempa e da baía de Jiquilisco. No interior centro existe também um planalto. E mesmo também com Belize, são os dois países mais pequenos da América. 

Geografia: Área: 21.041 km². Hora local: -3h. Clima: tropical. Capital: San Salvador. Cidades: San Salvador (500.000), Soyapango (291.000), Santa Ana (256.000), San Miguel (250.400), Mejicanos (198.400) (2017).

População: 7,6 milhões (2017); nacionalidade: salvadorenha; composição: eurameríndios 94%, ameríndios 5%, europeus ibéricos 1%. Idioma: espanhol (oficial). Religião: cristianismo 97,6% (católicos 91,2%, outros 21,9% - dupla filiação 15,5%), sem religião e ateísmo 1,6%, outras 0,8%.

Relações Exteriores: Organizações: Banco Mundial, FMI, Grupo do Rio, OEA, OMC, ONU. Embaixada: Tel. (61) 364-4141, fax (61) 364-2459 – Brasília (DF); e-mail: embelsalvador@aol.com, site na internet: www.elsalvador.hpg.com.br.

Governo: República presidencialista. Div. administrativa: 14 departamentos. Partidos: Aliança Republicana Nacionalista (Arena), Frente Farabundo Martí de Libertação Nacional (FMLN), de Conciliação Nacional (PCN), Democrata-Cristão (PDC). Legislativo: unicameral – Assembleia Nacional, com 84 membros. Constituição: 1983.

Banhado pelo oceano Pacífico, El Salvador é o menor país da parte continental da América Central e o único da região sem litoral no mar do Caribe. A guerra civil que devastou a nação na década de 1980, deixando 75 mil mortos, ainda tem reflexos em sua estrutura socioeconômica. Quase metade da população vive abaixo da linha de pobreza. O dinheiro enviado por cerca de 1 milhão de salvadorenhos que deixaram o país durante a guerra é uma de suas principais fontes de recursos, ao lado da exportação de café e cana-de-açúcar. El Salvador abriga mais de 25 vulcões extintos, situados em cadeia montanhosa que corta o território de leste a oeste.

Bandeira de El SalvadorHistória de El Salvador

A região onde está El Salvador foi a terra dos índios pipil, que a denominavam Cuscatlán, antes da vinda dos conquistadores espanhóis. Em 1524, o espanhol Pedro de Alvarado chega à região. Até sua independência, no século XIX, o território é administrado como parte da capitania geral da Guatemala. Em 1811, José Matías Delgado protagoniza a primeira tentativa de independência centro-americana, mas a libertação de El Salvador só se dá em 1821, com sua união ao México. Faz parte da Federação Centro-Americana entre 1823 e 1841, quando proclama a independência. El Salvador, Honduras e Nicarágua formam uma confederação. A República de El Salvador é formalmente proclamada em 1856.

Golpes de Estado 

Entre 1931 e 1944, o general Maximiliano Hernández Martínez estabelece uma ditadura. Em 1932, um levante de 30 mil camponeses chefiados pelo líder comunista Farabundo Martí é massacrado pelo Exército. De 1945 a 1961, o país é sacudido por crises institucionais, com ascensão e queda de governos em numerosos golpes de Estado. Apesar da instabilidade política, a nação vive fase de progresso econômico na década de 1950.
San Salvador, Capital de El Salvador
San Salvador, Capital de El Salvador

Guerra contra Honduras 

O período de relativa estabilidade política iniciado sob a Constituição de 1962 é interrompido em 1969 pela guerra com Honduras, provocada pela migração de aproximadamente 300 mil salvadorenhos para o país vizinho. A mediação da Organização dos Estados Americanos (OEA) põe fim ao conflito, mas a violência se intensifica nos anos 1970, com a ação de grupos de extrema direita (esquadrões da morte) e da esquerda. Guerra civil Em março de 1980, o assassinato do arcebispo de San Salvador, Oscar Romero, defensor dos direitos humanos, marca o começo da guerra civil. Em dezembro desse mesmo ano, o democrata-cristão Napoleón Duarte, membro da junta que tomara o poder em 1979, torna-se presidente. As ações da guerrilha, unificada em 1981 na Frente Farabundo Martí de Libertação Nacional (FMLN), desestruturam os sistemas de transporte, energia e comunicações do país. El Salvador volta a receber ajuda civil e militar dos Estados Unidos (EUA), suspensa desde o assassinato de três freiras e de uma funcionária norte-americanas por militares salvadorenhos em 1980 – quatro soldados condenados por esse crime confessam em 1998 ter agido por ordem de superiores, mas o inquérito não é reaberto. No fim da década de 1980, a FMLN domina um quarto do território do país. A guerra civil atinge todos os setores da vida nacional. Nas cidades, os esquadrões da morte agem intensamente. Em 1989, Alfredo Cristiani – da direitista Aliança Republicana Nacionalista (Arena) – vence as eleições presidenciais.

Pacificação - O fim da Guerra Fria e o esforço internacional criam condições para a assinatura de um acordo de paz em janeiro de 1992, sob o patrocínio da Organização das Nações Unidas (ONU). A guerrilha desmobiliza-se e constitui um partido político. Em 1993, a comissão instalada pela ONU para investigar as violações dos direitos humanos durante a guerra atribui 85% dos crimes cometidos aos militares e aos esquadrões da morte. A Assembleia Nacional aprova a anistia a todos os envolvidos na luta. O candidato da Arena, Armando Calderón, chega à Presidência em 1994.

Austeridade econômica - Contrariando as promessas do acordo de paz – concessão de terras, crédito e emprego aos ex-combatentes –, o novo governo elabora, em 1995, um plano de austeridade e enxugamento do setor público. As reações causam conflitos. Francisco Flores Pérez, da Arena, vence as eleições presidenciais de 1999. A economia do país sofre os efeitos da queda dos preços agrícolas no mercado internacional. Na tentativa de estabilizá-la, Flores surpreende os salvadorenhos, em novembro de 2000, ao anunciar a introdução do dólar como segunda moeda circulante, a partir de 2001. A moeda oficial continua a ser o colón (cotado na relação de 1 dólar = 8,75 colón), mas a população também pode usar o dólar nas transações comerciais.

Dois terremotos, ocorridos em 2001, deixam mais de mil mortos, 4 mil feridos e 1,5 milhão de desabrigados. A reconstrução das regiões afetadas custa cerca de 1,9 bilhão de dólares, a maior parte cedida pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O ano de 2002 é marcado por protestos dos médicos contra os planos do presidente Flores de privatizar serviços de saúde. Nas eleições parlamentares de março de 2003, a FMLN conquista 31 cadeiras na Assembléia Nacional; a Arena obtém 27. Na disputa presidencial de março de 2004, a Arena assegura o quarto mandato seguido, ao eleger Antonio Elías Saca, conhecido como Tony Saca, com 57,7% dos votos. Schafik Jorge Handal, da FMLN, obtém 35,6%.

Fonte: Geografia Total
www.klimanaturali.org

El Salvador | Mapas Geográficos de El Salvador

El Salvador | Mapas Geográficos de El Salvador

El Salvador é um país de clima tropical localizado na América Central, com uma população de aproximadamente 5,8 milhões de habitantes. Devido à sua extensão territorial (21,041 km²), tem a maior densidade populacional na América continental.

O país adquiriu sua independência da Espanha em 1821 e deixou de ser parte das Províncias Unidas da América Central em 1839. Anteriormente, na época pré-colombiana, era conhecido como Cuscatlán, que significa "Lugar das coisas preciosas", na língua náhuat.

Uma guerra civil de 12 anos, cujo custo humano atingiu aproximadamente 75.000 vidas, terminou em 16 de janeiro de 1992, quando o governo e a guerrilha assinaram os Acordos de paz que trouxeram reformas militares, sociais e políticas.

El Salvador o país mais pequeno da América Central. É o único país centro-americano sem litoral no Mar do Caribe. O terreno é principalmente montanhoso com um estreito cinturão costeiro e um platô central. Seu litoral se estende desde a foz do rio Paz até o sudoeste até o rio Goascorán, ao sudeste.

El Salvador é conhecido pelos seus vulcões, entre os quais se destacam o Ilamatepec (Santa Ana), o Chinchontepec (San Vicente), o Quezaltepeque (San Salvador), o Chaparrastique (San Miguel) e Izalco, chamados até muito recentemente "o farol do Pacífico".

El Salvador | Mapas Geográficos de El Salvador
El Salvador | Mapas Geográficos de El Salvador
El Salvador | Mapas Geográficos de El Salvador
El Salvador | Mapas Geográficos de El Salvador

El Salvador | Mapas Geográficos de El Salvador
El Salvador | Mapas Geográficos de El Salvador
www.klimanaturali.org