Mostrando postagens com marcador Estados Unidos da América. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Estados Unidos da América. Mostrar todas as postagens

Alder Gulch | Montana

Alder Gulch | Montana

Alder Gulch | Montana

Alder Gulch – (Inglês: Alder Gulch = precipício das árvores),  imenso precipício em Montana, atravessado pelo Alder Creek, no qual William Bill H. em Maio de 1863 com Robert Vaughn, T. Cover, H. Edgar, B. Hughes, Sweeney e Rodgers encontrava o mais rico veio de ouro de Montana. A primeira “peneirada” tinha o valor de 2,80 dólares, a segunda mais de 100 dólares. Dia após dia os homens tiravam ouro do Alder Creek, enchiam os sacos de couro e procuravam manter segredo.  Mas, 10 minutos após terem gasto as primeiras pepitas em Bannack, começava uma das maiores corridas ao ouro, uma verdadeira febre, jamais vista então na América. Surgia Virginia City no espaço de poucas horas e já em 28 de Maio de 1863 acontecia em Beaverhead Creek o primeiro encontro constitucional de garimpeiros de ouro, no qual eram fixadas as regras do negócio. Em 7 de Junho de 1863 eram fixado em 23 artigos, as leis e suas normas, que manteria a ordem comum aos exploradores do minério. No prazo de um ano a cidade do “Precipício das Árvores” tinha mais de 10.000 habitantes e mais de 10 milhões de dólares,  havia sido extraído daquela terra escura.

www.megatimes.com.br
www.klimanaturali.org

Abilene, Kansas | Estados Unidos da América

Abilene, Kansas | Estados Unidos da América

Abilene, Kansas | Estados Unidos da América

Abilene uma cidade e sede do condado de Dickinson, Kansas, Estados Unidos. Até o censo de 2020, a população da cidade era 6.950 habitantes. A Biblioteca e Museu Presidencial Dwight D. Eisenhower fica em Abilene.

História
Abilene é a capital do distrito de Dickinson County em Kansas, fundada na margem oeste do Mud Creek em 7 de Junho de 1861, por Charles H. Thompson. Eleita já em 5 de Agosto de 1862 como capital, era no entanto na Primavera de 1867 ainda um vilarejo, contendo uma dúzia de casas, feitas com troncos de árvores. Somente quando a linha ferroviária Kansas & Pacific chegou ao local no Verão de 1867 e o comerciante de gado Joseph G. McCoy, correndo o risco, construiu um restaurante para os criadores e os comerciantes do norte, um centro comercial e um de divertimento para os cowboys.

Abilene transformou-se naquela que os históricos, correspondentes e narradores  contemporâneos chamam de a primeira “Cidade de Bovinos” (Cattletown), a “Cidade do Pecado” (Sin City), a “Gomorra das  planícies” (Gomorrha of the Plains), a “Cidade dos seis tiros” (Sixshooter City). Quando no Outono de 1867 chegaram os primeiros grandes rebanhos de Longhorns do Texas nesta cidade, a organização de Joseph G. McCoy era perfeita. Estava previsto para os bovinos, currais de espera, vastas zonas de pastos e rampas para o embarque do gado. Os comerciantes e os criadores de gado encontraram a hospitalidade em Drover’s Cottage Hotel e os cowboys nas pousadas da Texas Street. Para eles tinham barbeiros, grandes armazéns, lojas de armas, saloons, casinos, locais de baile, quartos à hora e um “Quarteirão da luz vermelha”, fechado, com mais de 100 prostitutas; um verdadeiro paraíso de diversões, jamais visto igual. Aconteciam tiroteios todos os dias, mas quase sempre tratava-se de duelos entre os Texanos que partiam durante o transferimento das boiadas. Um vapor quente, dia e noite saia dos “banhos”, misturando-se com o vapor repleto de odores das cozinhas dos vários restaurantes, o fumo negra das locomotivas e a poeira fina das pradarias levantada por milhares de cascos. Pela primeira vez depois do fim da Guerra Civil, aqui em Abilene, notava-se novamente o contraste norte-sul; para o cowboy nómada do Texas a vida só havia um senso se era absolutamente livre, e para os nortistas, somente se houvesse dinheiro e poder.  Essa convivência entre nortistas e sulistas, provocou mudanças que estenderam-se para as pradarias. Porém o respeito de um para com o outro, e os distritos interessados na economia, tornou-se mais importante em Abilene que em qualquer outro local. Típicos nortistas como “Bear River” Tom Smith, que parava seus concorrentes com os punhos e “Wild Bill” James Butler Hickok, o pistoleiro, eram iguais aos texanos. Em 1867 foram embarcados 35.000 bovinos, em 1868  75.000, em 1869 350.000, em 1870 300.000, em 1871 600.000, e finalmente em 1872 350.000. Ao longo da linha ferroviária que conduzia ao West, nasciam outras cidades como Newtown, Caldwell, Wichita e Dodge City e o caos aumentava. Após aqueles anos loucos, foram feitas coisas impossíveis; bastava ter dinheiro e um bom revólver, sendo assim, a frota de aventureiros seguiu os rastos dos grandes rebanhos para o Oeste e Norte. 

Abilene, Kansas | Estados Unidos da América

Abilene forjou o seu futuro na convicção  de Theodore C. Henry, para o qual a pradaria era a terra ideal para o grão. No período da baixa econômica, após a fartura, seguiu-se o período dos plantadores de grãos, dos fazendeiros, que fizeram do Kansas, o celeiro da América.

Clube Social de Abilene  – A vida mundana dos cidadãos com condições mais elevadas, tinha a sua sede no clube que acolhia somente casais, indicados por 4 cidadãos mais velhos do local. Lá uma vez por semana, aos domingos, os sócios dançavam ao som de valsas no Drover’s Cottage Hotel.

Escolas de Abilene – A primeira escola, construída em 1869 por Mathias Nicolay, era uma construção feita com troncos de árvores e custou 2.500 dólares. Até aquele tempo, a Union Sunday School (Escola do domingo) tinha a sua sede num pequeno hotel perto da estação.

Igrejas de Abilene – Fundação em 1868 da Comunidade Batista, em 1870 da Igreja Lutherana e Universalista; em 1871 da Igreja Metodista, em 1873 da Igreja Presbiteriana e em 1874 da Igreja Católica.

Jornais de Abilene – Do início ao fim da abolição das boiadas, os seguintes jornais noticiaram as mais desvairadas notícias; Abilene Daily, Abilene Democrat, Abilene Gazette, Abilene Monitor, Abilene News, Abilene Reporter, Dickison County Chronicle, Enterprise Journal, Reflector Chronicle e Weekly Reflector.

Moinhos de Abilene – Christian Hoffman construiu a Enterprise Mills em 1869. O primeiro moinho de propriedade do distrito de Abilene, foi colocado em actividade em 1873, os City-Mills em 1879 e os Dickinsons County Mills em 1882.

Prisão de Abilene – A primeira prisão, erguida em 1868, era uma construção calcária, grande 3,50 mts X 3,50 mts.  No mesmo ano foi destruída pela quadrilha Driscill com cordas, para libertar o cozinheiro que lá estava prisioneiro.

Quarteirão da “luz vermelha” em Abilene – As casas de tolerância do West tinham o costume de acender um lampião vermelho quando descia a noite. Esse gesto significava a “disponibilidade”. A primeira casa de tolerância de Abilene em 1867 encontrava-se ao sul da Texas Street, perto da escola. Em 1868 essas “senhoras” emigraram para um acampamento perto da margem do rio Mud Creek e em 1869, foram habitar num quarteirão isolado e cercado, composto de 12 barracas e sua própria administração. “Vale do Pecado” (The Valley of Sin), “Ilha do Diabo” (Devil’s Island), “Inferno do Texas” (Texas Hell) eram os nomes mais pitorescos que designavam este quarteirão, o qual tinha o seu grupo de homens protectores. A mais conhecida “senhora” era conhecida com o nome de “Colombella” e a sua barraca era a “Hattie’s House”. Somente uma vez ao dia das 16:00 às 17:00 horas, podiam ser vistas no centro do quarteirão e dia após dia, durante este desfile de prostitutas pela Texas Street, a rua ficava em polvorosa. Saloons e casas de jogos, como em qualquer lugar do West, era reservado  somente aos homens.

Cyrus Kilgore
Seitas de Abilene – Como primeira seita de colonos que se estabeleceu em Abilene, foi a Illinois Prohibition Society em 1871. Naquele mesmo Outono, surgiu a Tennessee-Colony e ao fim de Setembro a River Brethren, uma seita religiosa muito similar à dos Quackers, composta pela maioria de alemães da Pennsylvania. A influência desta gente trabalhadora e sem pretensões, mudou o carácter das pessoas ao redor, porque se interessavam mais pela agricultura que pela política.

Teatro de Abilene – Também conhecido como Plaza Theatre. Este edifício foi construído em 1868 e servia não só como teatro, mas também para reuniões da comunidade e festas locais.

Tribunal de Abilene – A primeira determinação do juiz Cyrus Kilgore, foi a seguinte: “Nenhum cavalo, mula, asno, ovelha, porco, boi ou qualquer outro animal, poderá vagar dentro da cidade, durante o dia ou noite”. Como resposta, os sarcásticos cowboys conduziam seus rebanhos pela Texas Street, entravam com seus cavalos em saloons, pousadas e armazéns e ficavam sentados nas selas, fazendo-se servir.

Wells Fargo Co. | USA

Wells Fargo Co. | USA

Wells Fargo Co. | USA

Uma Empresa para transportes rápidos, fundada na Califórnia, em 1852, por Henry Wells e William George Fargo. Ao início servia de terceiros para os transportes, mas depois criou a sua própria Linha de Diligências Postais e comprou outras. Participando de Agências Ferroviárias, de Navegação e Bancárias e tornando-se assim a Agência de Transportes mais importante da América e especialmente do Oeste selvagem.
Wells Fargo Co. | USA
Wells Fargo Co. | USA

Código de Honra dos Cowboys Americanos

Código de Honra dos Cowboys Americanos

Código de Honra dos Cowboys Americanos

Eram também dez, os mandamentos do Código de Honra dos cowboys: 

1 – Não se interessar do passado de seu vizinho. 
2 – Seja amável para com o estranho e esteja preparado a dar a sua vida por seu bem-estar. 
3 – Ofereça sempre uma boa oportunidade para seu inimigo e o combata somente quando puder ver o branco de seus olhos. 
4 – Não atire em nenhum homem desarmado, seja indulgente com o adversário que cede. 
5 – Não diga palavras injuriosas, sem calcular antes as mais sérias consequências. 
6 – Nunca seja ingrato. 
7 -Defenda-se somente, quanto sua auto defesa será necessária. A sua vida não tem alguma importância, importantes são somente a tua honra e a sua consideração. 
8 – Não pegar de ninguém, nada, o que não é teu. 
9 – Esteja pronto a ajudar os fracos e as mulheres e protegê-los, contra tudo e todos e não permitir que sejam tocados, nem num fio de cabelo. 
10 – Se ninguém deseja ou atenda a sua ajuda, preocupa-te então somente contigo mesmo. 

O único tipo honroso e estimado de combate era para o cowboy; o duelo com o rifle ou com o revólver, durante o qual se devia observar as rituais condições. Primeiramente devia-se avisar o adversário que “na próxima ocasião”, ele seria desafiado. Se então surgisse essa ocasião, apresentava-se, não pretendendo alguma vantagem que o outro não pudesse ter. Assim por exemplo em 1869 os cowboys Andrew T. Mullins e Duck F. Snowden enfrentaram-se num duelo com rifles numa estrada do Texas, mantendo-se cada um escondido e com provisão de água, até que Mullins terminou a sua munição. Gritou: “Não tenho mais balas”, e levantando-se em pé, gritou Snowden: “Mova-se, vai comprar mais vinte, traga dez para mim também”. Snowden já estava ferido por três balas a perda de sangue o deixou fraco. Quando o combate recomeçou, Mullins matou Snowden e somente os habitantes da pequena cidadela se indignaram. Mas para os cowboys tudo ali, desenrolou conforme o Código de Honra, que jamais foi escrito. O cowboy desprezava a briga a punhos ou com facas. Isso era a maneira de combater das “sentinelas de mulas ou de Mexicanos”. 

Os confrontos pessoais deviam desenrolar a princípio num campo neutro, como durante as longas marchas de boiadas ou ao fim delas, após o término do trabalho. Se nenhuma testemunha estivesse presente, bastava a palavra do sobrevivente que tudo tinha sido feito conforme as tais regras, para que a vitória viesse aferida. Se alguém colocava em dúvida a palavra de um cowboy, devia esperar em ser desafiado imediatamente a um duelo. Mas se resultasse que a palavra de um cowboy não correspondia à verdade, para ele seria o fim. Ninguém mais lhe daria trabalho, ninguém mais falava com ele. Quem encontrasse na região um pobre ou alguém necessitado de ajuda, seria acudido, por todo o tempo necessário. Isso valia essencialmente para mulheres, para quem tivesse se perdido, para os feridos ou para as crianças. Muitos cowboys deram a sua própria vida, para salvar outras pessoas: foram pais para crianças órfãos, ou salvaram pessoas que estavam a pé, oferecendo o seu próprio animal. Hoje os suicídios nos parecem absurdos, mas o Código de Honra admitia explicitamente um similar sacrifício de si mesmo. Se acontecesse que um cowboy, num momento de hesitação, violasse as mais elementares prescrições do Código de Honra, podia reconquistar a honra perdida, suicidando-se. Os cowboys consideravam indigno de um homem o ser preso em prisão; preferiam serem mortos, durante a fuga. Porque em muitos casos a Lei escrita não levava em consideração o critério da honra, os cowboys desprezavam geralmente a ação legal dos processos, ignoravam a função dos Oficiais da Justiça e dos juízes, porque “eles mesmos eram homens o suficiente, em saber regulamentar os seus negócios”. Por isso em muitos casos nasciam sangrentas brigas entre as famílias e parentes, que geralmente passavam de geração a geração, terminando somente com a morte do último sobrevivente. Naturalmente essas desavenças possuíam sempre algo jurídico. Mas sendo contrário ao Código de Honra citar o passado de um homem, acontecia que durante o julgamento ou até no processo terminado, colocar fogo no edifício no qual ele acontecia, destruindo assim todas as provas. Era também por causa desse Código de Honra que em muitos verbais de linchamentos, não era permitido a um homem acusado de um reato em renegar a sua culpa ou em apelar clemência aos seus linchadores. O cowboy daquele tempo era um homem não civilizado, duro e bruto, mas nenhum homem da história demonstrara antes dele, em modo assim claro e irrevogável, que não era possível conquistar nem defender a liberdade sem a violência e que a medida de liberdade correspondia à medida de violência da qual, somente era capaz por amor a ela.

Aatsosni | Estados Unidos da América

Aatsosni | Estados Unidos da América

Aatsosni – “Aa-tro-sni”= (vale estreito), uma das grandes famílias do clã dos índios Navahos.

Aatsosni | Estados Unidos da América

www.geografiatotal.com.br
www.klimanaturali.org

Ilha Wake | Mapas da Ilha Wake | Estados Unidos da América

Ilha Wake | Mapas da Ilha Wake | Estados Unidos da América

A Ilha Wake é um atol (tem um litoral de 19,3 km) do Oceano Pacífico Norte que pertence aos Estados Unidos da América, localizada a cerca de dois terços do caminho do Havaí para as Ilhas Marianas do Norte. Devido à sua posição em relação à linha de data internacional, há um dia avançado dos 50 estados. Wake é um atol de 7,37 km² de superfície e três ilhas formadas por um vulcão subaquático. Sua lagoa central é a antiga cratera e a ilha faz parte do diâmetro. Sendo um território não organizado e não incorporado dos Estados Unidos da América, é administrado tecnicamente pelo Escritório de Assuntos Insulares, Departamento do Interior dos Estados Unidos da América, mas todas as atividades atuais são controladas pela Força Aérea dos Estados Unidos da América.

Ilha Wake | Mapas da Ilha Wake | Estados Unidos da AméricaIlha Wake | Mapas da Ilha Wake | Estados Unidos da AméricaIlha Wake | Mapas da Ilha Wake | Estados Unidos da América
Ilha Wake | Mapas da Ilha Wake | Estados Unidos da América
Ilha Wake | Mapas da Ilha Wake | Estados Unidos da América
Ilha Wake | Mapas da Ilha Wake | Estados Unidos da América
Ilha Wake | Mapas da Ilha Wake | Estados Unidos da América
Ilha Wake | Mapas da Ilha Wake | Estados Unidos da América
Ilha Wake | Mapas da Ilha Wake | Estados Unidos da América


http://www.klimanaturali.org
http://www.geografiatotal.com.br

Ilhas Midway | Mapas das Ilhas Midway | Estados Unidos da América

Ilhas Midway | Mapas das Ilhas Midway | Estados Unidos da América



As Ilhas Midway é um território não incorporado dos Estados Unidos da América no Oceano Pacífico central, 1.300 milhas (2.100 km) a noroeste de Honolulu. Perto da extremidade ocidental do arquipélago havaiano, compreende um atol coral com uma circunferência de 15 milhas (24 km) que encerra duas ilhas principais - ilhas do leste (verde) e da areia. Sua área total de terra é de 2,4 milhas quadradas (6,2 quilômetros quadrados). O clima é subtropical, com invernos frescos e úmidos e verões quentes e secos.

Relatado e reivindicado pelos Estados Unidos em 1859 pelo Capitão N.C. Brooks, o atol foi chamado primeiro Middlebrooks e depois Brooks. O nome Midway data da anexação formal das ilhas pelos Estados Unidos em 1867. Em 1903 Pres. Theodore Roosevelt colocou as ilhas sob o controle da Marinha dos Estados Unidos. Também em 1903, o atol tornou-se um elo no segmento Hawaii-Guam do primeiro cabo submarino transpacific, e uma estação de cabo foi estabelecida em Sand Island. O advento da aviação transpacífica deu à Midway uma nova importância em 1935, quando foi feita uma parada regular na rota de São Francisco a Manila. Em 1940, a Marinha dos EUA começou a trabalhar em uma base de ar e submarino lá.

Durante a Segunda Guerra Mundial, o atol se tornou um importante objetivo estratégico para os japoneses. A Batalha de Midway - lutou no nordeste das ilhas de 3 a 6 de junho de 1942 e caracterizou-se principalmente pelas ações dos aviões baseados em transportadores - marcou o ponto de viragem da guerra no Pacífico. Como resultado da batalha, o Japão perdeu a maioria dos seus melhores pilotos navais e transportadores de aviões de primeira linha e, conseqüentemente, sua capacidade de travar uma guerra ofensiva no Pacífico. Após a guerra, a importância da Midway como base aérea comercial diminuiu rapidamente, com a introdução de aviões de longa distância, e paradas regulares foram eliminadas em 1947. No entanto, permaneceu uma instalação naval vital durante as guerras coreana e do Vietnã e foi uma posto avançado estratégico durante a Guerra Fria. A Marinha dos EUA começou a reduzir suas instalações nas ilhas em 1978 e todas as operações militares restantes foram encerradas em 1993.

Em 1996, as ilhas foram proclamadas Refúgio Nacional de Vida Selvagem Midway Atoll; A transferência formal de jurisdição ocorreu em 1997. As plantas indígenas incluem bunchgrass e glória da manhã da praia, mas uma grande parte da vegetação das ilhas é introduzida, incluindo espécies invasoras como o Ironwood (Casuarina equisetifolia). A abundância de aves inclui numerosas aves marinhas de nidificação (por exemplo, albatrozes, cisalhanos e sêmen) e espécies introduzidas como canarias e mynahs.


Ilhas Midway | Mapas das Ilhas Midway | Estados Unidos da América
Ilhas Midway | Mapas das Ilhas Midway | Estados Unidos da América
Ilhas Midway | Mapas das Ilhas Midway | Estados Unidos da América
Ilhas Midway | Mapas das Ilhas Midway | Estados Unidos da América
Ilhas Midway | Mapas das Ilhas Midway | Estados Unidos da América
http://www.megatimes.com.br/2018/03/Midway-USA.html


http://www.klimanaturali.org
http://www.geografiatotal.com.br

Arquivo