Mostrando postagens com marcador Granada. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Granada. Mostrar todas as postagens

Granada | Mapas Geográficos de Granada

Granada | Mapas Geográficos de Granada

Granada é uma nação insular no mar do Caribe do Sudeste, incluindo o sul da Ilha de Grenadines. Granada está localizada a norte de Trinidad e Tobago e Venezuela e ao sul de São Vicente e Granadinas. O pássaro nacional de Granada é a Grenada Dove criticamente ameaçada de extinção.

Popularmente conhecida como 'The Spice Isle' por causa de uma abundância de especiarias cultivadas localmente e uma cultura de música, dança e comida construída na imagem de 'Spice of life', Granada também é um destino turístico bem conhecido.
Granada | Mapas Geográficos de Granada
Granada | Mapas Geográficos de Granada
Granada | Mapas Geográficos de GranadaGranada | Mapas Geográficos de Granada
Granada | Mapas Geográficos de Granada
Granada | Mapas Geográficos de Granada
Granada | Mapas Geográficos de Granada

http://www.klimanaturali.org
http://www.geografiatotal.com.br 

Granada | Aspectos Geográficos e Socioeconômicos de Granada

Granada | Aspectos Geográficos e Socioeconômicos de Granada


Granada é um país caribenho constituído pela ilha homônima e pela metade sul das ilhas Granadinas, das quais a maior é Carriacou. Tem fronteira marítima com São Vicente e Granadinas, a nordeste, e está também próxima de Trinidad e Tobago, a sudeste, e da Venezuela, a sudoeste. Capital: Saint George's. A ilha de Granada propriamente dita é a ilha maior; as Granadinas, menores, são Carriacou, Petit Martinique, Rhonde, Caille, Diamond, Large, Saline e Frigate. A maior parte da população do país vive na ilha de Granada, e as localidades principais dessa ilha são a capital, Saint George's, e também Grenville e Gouyave. A maior localidade das outras ilhas é Hillsborough em Carriacou. As ilhas são de origem vulcânica e o interior de Granada é relativamente montanhoso, com vários pequenos rios a descer até ao mar. O clima é tropical: quente e úmido, e Granada sofre ocasionalmente o efeito de furacões. 

Geografia: Área: 344 km². Hora local: -1h. Clima: tropical. Capital: St. George's. Cidade: St. George's (4.120).

População: 122 mil; nacionalidade: granadina; composição: afro-americanos 82%, eurameríndios 13%, indianos 3%, europeus meridionais 2% . Idiomas: inglês (oficial), francês dialetal. Religião: cristianismo 97% (católicos 56,3%, protestantes 20,4%, anglicanos 15,4%, outros 5,7% - dupla filiação 0,8%), outras 2,5%, sem religião 0,5%.

Relações Exteriores: Organizações: Banco Mundial, Caricom, Comunidade Britânica, FMI, OEA, OMC, ONU. Embaixada: 1701, New Hampshire Avenue NW, Washington D.C. 20009, EUA.

Governo: Monarquia parlamentarista. Div. administrativa: 6 paróquias e 1 dependência. Chefe de Estado: rainha Elizabeth II, do Reino Unido, representada pelo governador-geral, Daniel Williams (desde 1996). Primeiro-ministro: Keith Mitchell (NNP) (desde 1995, reeleito em 1999 e 2003). Partidos: Novo Partido Nacional (NNP), Congresso Nacional Democrático (NDC), Trabalhista Unido de Granada (Gulp). Legislativo: bicameral – Senado, com 13 membros; Casa dos Representantes, com 15 membros. Constituição: 1974.

Situada no leste do mar do Caribe, Granada tem 90% do território e da população – predominantemente negra – concentrados na ilha de mesmo nome. De relevo montanhoso, possui lagos vulcânicos e densa floresta tropical. A nação inclui ainda a porção sul das ilhas Granadinas. Conhecido como Ilha das Especiarias do Ocidente, o país é um dos maiores produtores mundiais de noz-moscada. O turismo cresce nos anos 1990, mas o número de visitantes vem caindo após 2001.


GRANADA, ASPECTOS GEOGRÁFICOS E SOCIOECONÔMICOS DE GRANADA

História de Granada

Bandeira de GranadaOs índios caraíbas, ou caribes, dominam a ilha quando Cristóvão Colombo chega ao local, em 1498. Em 1650, os franceses se apossam dela e a batizam de Saint-Georges, além de introduzir a cultura da cana-de-açúcar, com mão-de-obra escrava africana. O Tratado de Versalhes, de 1783, faz do território uma colônia britânica. A nação conquista a independência em 1974, com Eric Gaury, do Partido Trabalhista Unido de Granada (Gulp), no cargo de primeiro-ministro.

St. George's, Capital de Granada
St. George's, Capital de Granada
Invasão norte-americana - Uma aliança de esquerda liderada por Maurice Bishop depõe Gaury em 1979. O novo governo estreita relações com Cuba, o que desperta apreensão nos Estados Unidos (EUA). Em 1983, Bishop procura melhorar as relações com os EUA, mas é destituído e fuzilado num golpe liderado pelo general Hudson Austin e pelo vice-primeiro-ministro Bernard Coard. Tropas dos EUA invadem a ilha e instauram um governo provisório, incumbido de realizar eleições. No pleito, realizado em 1984, o vencedor é o Novo Partido Nacional (NNP), resultado da união de várias organizações, com o apoio dos EUA. O primeiro-ministro indicado é Herbert Blaize. Coard, Austin e outros 12 envolvidos na morte de Bishop são condenados à morte em 1986, mas têm a pena comutada em prisão perpétua. Em 1998, denúncias de corrupção abalam o governo do primeiro-ministro Keith Mitchell (NNP), no poder desde 1995. Mitchell perde a maioria no Parlamento. Nas eleições antecipadas de 1999, porém, o NNP conquista as 15 cadeiras da Casa dos Representantes, e Mitchell mantém-se como premiê.
O governo fecha 23 bancos de investimentos em 2001, como resposta às acusações de que Granada é um centro de lavagem de dinheiro. Nas eleições de novembro de 2003, o NNP conquista oito cadeiras na Casa dos Representantes, contra sete para o Congresso Nacional Democrático (NDC). Keith Mitchell inicia o terceiro mandato. O país é devastado em setembro de 2004 pelo furacão Ivan, que causa pelo menos 37 mortes.

http://www.klimanaturali.org
http://www.geografiatotal.com.br