Mostrando postagens com marcador Taiwan. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Taiwan. Mostrar todas as postagens

Taiwan (Formosa) | Aspectos Geográficos e Socioeconômicos de Taiwan

Taiwan (Formosa) | Aspectos Geográficos e Socioeconômicos de Taiwan


Geografia – Área: 36.202 km². Hora local: +11h. Clima: subtropical (N) e tropical (S). Capital: Taipé. Cidades: Taipé (3.000.000), Kaohsiung (1.650.000), Taichung (1.090.000), Tainan (810.000), Panchiao (590.000) (2018).

População – 25,3 milhões (2018); nacionalidade: chinesa, taiuanesa ou formosina; composição: chineses taiuaneses 84%, chineses continentais 14%, grupos étnicos autóctones 2%. Idiomas: mandarim (oficial), chinês dialetal. Religião: crenças populares chinesas 50,7%, budismo 20,9%, taoísmo 10,2%, novas religiões 6,8%, cristianismo 6,3%, sem religião e ateísmo 4,4%, outras 0,8%. Moeda: novo dólar taiwanês.

Relações Exteriores – Organizações: Apec, OMC. Embaixada: Escritório Econômico e Cultural de Taipei. Tel. (61) 364-0224, fax (61) 364-0234 – Brasília (DF); e-mail: eect@uol.com.br.

Governo – República com forma mista de governo. Div. administrativa: 17 condados e 7 municipalidades. Partidos: Nacionalista da China (Kuomintang), Democrático Progressista (MCT), Primeiro Partido do Povo. Legislativo: bicameral – Assembleia Nacional, com 334 membros; Yuan Legislativo, com 225 membros. Constituição: 1947.

Refúgio dos antigos governantes chineses depois da tomada do poder pelos comunistas, em 1949, Taiwan, também conhecido por Formosa, é considerado uma "província rebelde" pelo governo da China. Os dois lados vivem em tensão permanente. O montanhoso arquipélago de Taiwan compreende uma grande ilha e 77 ilhas menores, a 160 quilômetros da China continental. Após mais de meio século de separação, há diferenças culturais entre os dois Estados. A antiga arte chinesa está preservada em Taiwan, enquanto na China muito foi destruído durante a Revolução Cultural. Nem os ideogramas da escrita mandarim são os mesmos – os chineses continentais desenvolveram uma simplificação. Taiwan adota o capitalismo e apresenta altas taxas de crescimento econômico nos anos 1980 – como os demais Tigres Asiáticos.

TAIWAN (FORMOSA) - ASPECTOS GEOGRÁFICOS E SOCIAIS DE TAIWAN

História de Taiwan

Conhecida pelos chineses desde os primeiros séculos da Era Cristã, a ilha só é de fato ocupada por eles no século XVII. Antes disso, em 1590, os portugueses estabelecem um entreposto comercial, denominado Formosa. Segue-se breve ocupação de espanhóis, expulsos pelos holandeses em 1642. Os chineses ocupam a ilha em 1661 e, mais tarde, transformam a região em sua província. Com a derrota na Guerra Sino-Japonesa, em 1895, a China é obrigada a entregar Taiwan ao Japão. No fim da II Guerra Mundial, a ilha volta à soberania da China, então governada pelo Partido Nacionalista (Kuomintang) de Chiang Kai-shek.

Bandeira de TaiwanSeparação – Em 1949, derrotados pelas forças comunistas de Mao Tsé-tung, Chiang Kai-shek e os remanescentes de seu governo fogem para Taiwan, formando um Estado à parte, que se intitula a verdadeira República da China. Chiang Kai-shek se considera o legítimo governante de toda a China, e o arquipélago recebe milhares de chineses continentais, incluindo parte da elite econômica e intelectual. O Kuomintang passa a funcionar como partido único. Investimentos maciços dos Estados Unidos (EUA) financiam o desenvolvimento da indústria. Em 1971, Taiwan é obrigado a retirar-se da Organização das Nações Unidas (ONU), a partir da entrada da China no organismo. Em consequência, Taiwan vê rompidas suas relações diplomáticas com quase todas as nações do mundo. Seu comércio externo, porém, intensifica-se.

Abertura – Chiang Kai-shek morre, em 1975, e é sucedido pelo filho, Chiang Ching-kuo, que inicia uma política de liberalização. Em 1987 é abolida a lei marcial (em vigor desde 1949) e autorizado o funcionamento de outros partidos. A morte de Chiang Ching-kuo, em 1988, acelera a abertura do regime, sob o comando de Lee Teng-hui, o primeiro presidente taiuanês do país. O Kuomintang vence as eleições de dezembro de 1991, as primeiras com a participação da oposição. A China sugere a unificação sob a fórmula "um país, dois sistemas" (comunismo e capitalismo), adotada com sucesso em Hong Kong. Taiwan recusa.

 Taipé, a Capital de Taiwan
 Taipé, a Capital de Taiwan
Eleições – Em 1996, a primeira eleição presidencial direta é vencida por Lee Teng-hui. No ano seguinte é restabelecida a comunicação marítima com a China continental, interrompida desde 1949. Em 1998, a economia taiuanesa cresce quase 6%. O Kuomintang vence as eleições parlamentares de 1998, mas chega enfraquecido às eleições presidenciais de 2000, o que contribui para a vitória de Chen Shui-bian, do Partido Democrático Progressista (MCT). Pela primeira vez, Taiwan tem um presidente que não pertence ao Kuomintang.

Unificação em pauta – Chen Shui-bian adota um discurso moderado em relação à China. O novo presidente propõe o diálogo, mas Pequim exige um compromisso prévio de unificação futura. Chen se propõe a afastar a hipótese da proclamação de independência de Taiwan, desde que a China não use a força. Um acordo, assinado em dezembro, permite o intercâmbio comercial, o envio de cartas e o transporte de passageiros entre a China e as ilhas taiuanesas de Quemoy e Matsu Tao.

No fim de 2001, China e Taiwan passam a moderar o tom das críticas bilaterais. Taiwan suspende embargo comercial de 50 anos contra a China. O Kuomintang (KMT) perde pela primeira vez a maioria no Parlamento, ficando com 68 das 225 cadeiras. O vencedor é o MCT, de Chen, com 87. Taiwan entra na Organização Mundial do Comércio (OMC) em 2002, semanas após a China. Mas a relação com os chineses volta a piorar, e, em novembro, a China ameaça atacar Taiwan.

Mísseis – Em fevereiro de 2004, 1,2 milhão de pessoas protestam contra a instalação, pela China, de mísseis direcionados a Taiwan. No mês seguinte, Chen é reeleito por apenas 0,2% de vantagem. Nas eleições legislativas de dezembro de 2004, o oposicionista KMT obtém 115 cadeiras no Parlamento, contra 100 do MCT. Em fevereiro de 2005 Frank Hsieh, do MCT, torna-se o novo primeiro-ministro.

www.geografiatotal.com.br
www.klimanaturali.org