Mostrando postagens com marcador Turismo. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Turismo. Mostrar todas as postagens

Angra dos Reis | Cidade do Litoral Sul do Rio de Janeiro

Angra dos Reis | Cidade do Litoral Sul do Rio de Janeiro


ANGRA DOS REIS, CIDADE DO LITORAL SUL DO RIO DE JANEIRO
ANGRA DOS REIS, CIDADE DO LITORAL SUL DO RIO DE JANEIRO
ANGRA DOS REIS, CIDADE DO LITORAL SUL DO RIO DE JANEIRO
ANGRA DOS REIS, CIDADE DO LITORAL SUL DO RIO DE JANEIRO
ANGRA DOS REIS, CIDADE DO LITORAL SUL DO RIO DE JANEIRO

Angra dos Reis

Angra dos Reis situa-se no litoral sul do estado do Rio de Janeiro, numa estreita faixa de terra entre o mar e a serra do Ariró. Descoberta a Angra em 6 de janeiro de 1602, o povoado desenvolveu-se em função da atividade portuária. No entanto, a inauguração do ramal ferroviário de São Paulo e a abolição da escravatura trouxeram-lhe um período de decadência que só terminou com a construção do porto (1928) e sua integração à rede rodoferroviária do país. O porto ganhou vida nova com a entrada em funcionamento da Companhia Siderúrgica Nacional, em Volta Redonda RJ (1946).

Usinas Nucleares Angra 1 e 2
Usinas Nucleares Angra 1 e 2

Um dos principais centros turísticos do estado do Rio de Janeiro, Angra dos Reis viu sua fisionomia transformar-se a partir da década de 1970, com a construção da primeira usina nuclear brasileira.

A principal atividade econômica é o turismo, sobretudo na ilha Grande (193km2), 5o distrito do município, onde funciona um presídio. Instalou-se na cidade um estaleiro e uma base naval. Segundo o acordo nuclear Brasil-Alemanha, de 1975, seriam construídas em Angra dos Reis as primeiras usinas nucleares do país. O principal monumento tombado é a igreja de N. S. do Carmo (século XVII).


http://www.klimanaturali.org
http://www.geografiatotal.com.br

Águas de Lindóia | Cidade Turística de São Paulo

Águas de Lindóia | Cidade Turística do Estado de São Paulo




Águas de Lindóia
Águas de Lindóia situa-se numa ramificação da serra da Mantiqueira, a 168km da capital do estado e a 904m de altitude. O município pertence à microrregião Estâncias Hidrominerais Paulistas. O clima é seco e temperado, com médias anuais entre 15o e 28o C.

Mais de cem mil pessoas visitam a cada ano a cidade paulista de Águas de Lindóia, atraídas pela qualidade de suas águas radioativas e alcalinas, empregadas no tratamento de várias enfermidades, notadamente de rins e de pele.

O primitivo povoado surgiu de uma pousada de tropas que se destinavam às minas de Goiás, e passou a município em 1934, com a designação de Estância Hidromineral de Lindóia, chamando-se depois Águas de Lindóia, nome de um dos dois distritos com que ficou constituído. O outro distrito, que se chamou Lindóia, foi mais tarde desmembrado e elevado à categoria de município, conservando esse nome.

ÁGUAS DE LINDÓIA - CIDADE TURÍSTICA DO ESTADO DE SÃO PAULO
ÁGUAS DE LINDÓIA - CIDADE TURÍSTICA DO ESTADO DE SÃO PAULO ÁGUAS DE LINDÓIA - CIDADE TURÍSTICA DO ESTADO DE SÃO PAULO

As principais fontes de água mineral, na cidade ou arredores, são: Lindóia, Santa Isabel, Santa Filomena, São Roque e São Sebastião. Os visitantes são particularmente atraídos pelo balneário, cujo parque foi projetado pelo arquiteto e paisagista Roberto Burle Marx. As principais atividades econômicas locais são o engarrafamento de água mineral e fábricas de têxteis, além do turismo.


www.geografiatotal.com.br
www.klimanaturali.org

Arquivo