Trópico de Capricórnio | Henry Miller

Trópico de Capricórnio | Henry Miller

Trópico de Capricórnio | Henry Miller"Com mil e cem bilhetes no bolso e um Rolls Royce esperando-me lá embaixo eu poderia passar os momentos mais torturantemente maravilhosos, dando uma foda em todas e em cada uma respectivamente, independentemente de idade, sexo, raça, religião, nacionalidade, nascimento ou criação. Não há solução para um homem como eu, sendo eu como sou e sendo o mundo como é. O mundo está dividido em três partes, das quais duas partes são bolinhos de carne e espaguete e a outra parte é um enorme cancro sifilítico. Aquela arrogante de corpo escultural provavelmente na foda é um peru frio, uma espécie de boceta anônima revestida de folhas de ouro e latão. Além do desespero e da desilusão sempre há a ausência de coisas piores e os emolumentos do tédio. Nada é mais nojento e vazio que o centro de brilhante alegria registrado pelo olho mecânico da época mecânica, a vida amadurecendo em uma câmara escura, um negativo borrifado com ácido e produzindo um simulacro momentâneo do nada."

www.klimanaturali.org