O Faroleiro | Henryk Sienkiewicz

O Faroleiro | Henryk Sienkiewicz

O Faroleiro | Henryk Sienkiewicz"Quando sai da sua reclusão e se mistura aos outros homens, o faroleiro parece um ser que tivesse emergido de um longo sono. Faltam no rochedo todas as pequeninas coisas que na vida diária nos parecem tão importantes. O faroleiro só tem diante de si enormes figuras, sem forma definida: o céu, o mar. E entre esses dois elementos, uma alma solitária. É uma vida na qual os pensamentos do homem seguem um sonhar contínuo e nada desperta o guarda-farol de seus sonhos, nem mesmo suas obrigações cotidianas. Um dia se segue ao outro, igual como as contas de um rosário. As variações climáticas são de fato os únicos acontecimentos. Mesmo assim, Skawinski estava mais feliz do que nunca."

www.megatimes.com.br

www.klimanaturali.org