Santo Petrônio

Santo Petrônio

Santo PetrônioPetrônio era descendente da nobre e a influente família Petrônia, de cônsules romanos. O que lhe propiciou ocupar cargos importantes na política. Alguns historiadores afirmam que era cunhado do imperador Teodósio II, apelidado de o Moço.

Ao certo temos que foi ordenado sacerdote pelo Bispo de Milão, Santo Ambrósio, no ano 421. Até então levava uma vida fútil e mundana na Gália, atual França, quando teve uma profunda crise existencial e largou tudo para vestir o hábito. Inclusive, por isso, ele foi usado como exemplo, por Euquério, Bispo de Lião. Em carta a um cunhado, esse Bispo diz que ele deveria agir como Petrônio, que largou a corte para abraçar o serviço de Deus.

Mais tarde Petrônio foi nomeado o oitavo Bispo de Bolonha. Um dos melhores, porque marcou seu mandato nos dois planos, espiritual e material. Conduziu seu rebanho nos caminhos do cristianismo, mas também trabalhou muito na reconstrução da cidade, destruída por ordem do imperador Teodósio I, chamado o Grande. Uma antiga tradição local conta que Petrônio teria sido nomeado e consagrado pelo próprio Papa Celestino I, no ano 430. O pontífice tivera um sonho no qual São Pedro o auxiliou nessa escolha.

Contudo a nomeação foi perfeita, pois Petrônio enfrentou até invasões dos povos bárbaros durante a reconstrução. E não deixou o povo esmorecer, revigorando a fé e estimulando o trabalho duro. Depois de sua morte em 480, a população passou a venera-lo como padroeiro de Bolonha, guardando-o com carinho e respeito no coração.

Para conservar as suas relíquias, construíram uma das mais grandiosas basílicas do cristianismo, bem no centro da cidade. Iniciada em 1390, a construção demorou muitos anos para ser concluída, embora, de geração em geração, venha sendo embelezada por pintores e escultores de grande renome.

www.megatimes.com.br
www.klimanaturali.org
lumepa.blogspot.com

Arquivo