História do Boi-Bumbá Garantido | Amazonas

Tags

História do Boi-Bumbá Garantido | Amazonas

Boi-Bumbá Garantido

O Boi vermelho e branco, o Garantido, boi-bumbá que disputa todos os anos contra o boi Caprichoso a consagração no Festival Folclórico de Parintins, no Amazonas, tem uma história muito curiosa. Entenda:

Lindolfo Monteverde ouvia muitas estórias do seu avô, ex-escravo de origem maranhense. Uma delas era a de um boi que dançava para divertir adultos e crianças. O boi era feito da carcaça (caveira) de uma rês morta, coberta com tecido.

O corpo do boi terminava numa barra de tecido e a pessoa que fazia o boi dançar era chamada ?tripa?.

Além disso, havia toda uma história sobre o roubo da língua do boi que incluía o Pai Francisco, Mãe Catirina, o amo do boi e outras figuras. Era o ritual do boi.

Lindolfo fundou o boi-bumbá Garantido com a vontade de seguir a brincadeira que seu avô lhe ensinara, em 12 de junho de 1913, véspera do dia de Santo Antônio.O que começou como brincadeira junina, ficou mais séria quando, ao servir no Exército, Lindolfo ficou muito doente e fez uma promessa a São João Batista. Se ficasse bom, seu boizinho não deixaria de sair na rua enquanto ele vivesse.

Ele ficou bom e o Boi-bumbá Garantido é conhecido entre os brincantes mais antigos como o ?Boi da Promessa?.

Todos os anos, no Curral do Garantido, acontece a ladainha, que é uma reza oferecida a São João Batista, padroeiro do Boi-bumbá, no dia 24 de junho. Até hoje o Garantido sai pelas ruas de Parintins nos dias 12 de junho (véspera de Santo Antônio) e 24 de junho (São João) e dança na frente das casas que têm uma fogueira acesa.

Antigamente, brincava também nos dias 29 (São Pedro) e 30 (São Marçal), hoje nestes dias se apresenta no Bumbódromo.Os brincantes do Garantido adotam as cores vermelha (do coração) e branca (a cor do boi).O Garantido já foi criado com o coração na testa, enquanto o Caprichoso adotou uma estrela na testa no ano de 1996.

A fundação do Garantido deu-se na antiga estrada Terra Santa, hoje avenida Lindolfo Monteverde, onde se localiza o seu curral. Dizem que a voz de Lindolfo, primeiro levantador de toadas e tirador de versos era tão possante e metálica que alcançava longa distância, isto sem utilizar qualquer aparelho sonoro. Suas toadas até hoje são conhecidas, aplaudidas e cantadas. Elas transmitem as saudades, os sonhos, as alegrias e os lamentos dos velhos tempos.

Lindolfo Monteverde chamou o Bumbá de Garantido porque nos confrontos das ruas com os contrários (Campineiro, Galante, Caprichoso, etc.) a cabeça de seu boi nunca quebrava ou ficava pendente. Ele dizia que o Garantido ?sempre saía inteiro, isso era garantido?. E acabou sendo esse o nome do boi de Lindolfo.