Níger, Aspectos Gerais de Níger

Tags

Níger, Aspectos Geográficos e Socioeconômicos de Níger

Geografia – Área: 1.186.408 km². Hora local: +4h. Clima: árido tropical (N) e tropical (S). Capital: Niamei. Cidades: Niamei (430.000), Zinder (140.000), Maradi (140.000), Tahoua (55.000), Agadez (40.000) (2016).

População – 14 milhões (2016); nacionalidade: nigerino; composição: hauçás 56%, djermas 22%, fulanis 9%, tuaregues 8%, berberes 4%, outros 1%. Idiomas: francês (oficial), línguas regionais (principais: tuaregue, hauçá, djerma, fulani). Religião: islamismo 90,7%, crenças tradicionais 8,7%, cristianismo 0,6%, sem religião 0,1%. Moeda: franco CFA.

Relações Exteriores – Organizações: Banco Mundial, FMI, OMC, ONU, UA. Embaixada: 2204, R Street NW, Washington D.C. 20008, EUA; site na internet: www.nigerembassyusa.org.

Governo – República com forma mista de governo. Div. administrativa: 7 regiões e 1 municipalidade (Niamei). Partidos: Movimento Nacional pela Sociedade em Desenvolvimento (MNSD), Convenção Democrática e Social (CDS), Nigerino pela Democracia e o Socialismo (PNDS). Legislativo: unicameral – Assembleia Nacional, com 83 membros. Constituição: 1999.

Localizado no centro-oeste da África, sem saída para o mar, Níger tem dois terços de sua área ocupados pelo deserto do Saara. O restante situa-se em zona semidesértica denominada Sahel. As poucas terras cultiváveis vêm sofrendo acentuado processo de desertificação, resultado do desmatamento e da agropecuária predatória. A exploração de urânio é a base da economia. O país permanece extremamente pobre e tem o segundo pior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do mundo.

Bandeira de NígerHistória de Níger

Povoada desde o período neolítico, a região que corresponde ao atual Níger foi habitada por povos nômades comerciantes e controlada por diversos reinos e impérios. Introduzido entre os comerciantes nos séculos VI e VII, o islamismo só se expande no século XIX. A França ocupa a região em 1897. Níger é colônia francesa entre 1922 e 1960, quando obtém a independência. Seu primeiro presidente é Hamani Diori. Desde os anos 1970, os militares são a força política dominante no país. Em 1990, nômades tuaregues, que lutam por autonomia no norte e no sudeste, entram em conflito armado com o Exército. Acordos de paz são assinados em 1995 e 1997, e a incorporação dos tuaregues à vida política prossegue até 2000.

Niamei, Capital de Níger
Niamei, Capital de Níger
Golpes – Protestos sindicais e estudantis em 1990 abalam o regime de partido único do Movimento Nacional pela Sociedade em Desenvolvimento (MNSD) e levam a um período de legalização dos partidos de oposição. Em 1996, porém, um golpe militar liderado pelo coronel Ibrahim Baré Mainassara suspende a Constituição e os partidos. Mainassara vence as eleições presidenciais do mesmo ano. Em 1999, o presidente é deposto e executado por homens de sua guarda pessoal. Nova Constituição é aprovada e um governo de transição organiza eleições presidenciais, vencidas pelo coronel reformado Mamadou Tandja (MNSD). Em janeiro de 2000, Tandja anuncia Hama Amadou como primeiro-ministro.

Em março de 2004, o governo de Níger e o de mais sete países da região do Saara reúnem-se com o Exército norte-americano, no cenário de uma colaboração militar voltada para o combate ao terrorismo. Em agosto, a Organização Mundial da Saúde alerta que uma epidemia de poliomielite está se alastrando na África Ocidental, tendo como focos o norte da Nigéria e Níger, os dois únicos países nos quais a doença não foi erradicada. Em dezembro de 2004, o presidente Mamadou Tandja reelege-se em segundo turno, com 65,5% dos votos.

Fontehttp://www-geografia.blogspot.com.br/