Guerra dos Bôeres (1899-1902)

Guerra dos Bôeres (1899-1902)

Guerra dos Bôeres (1899-1902)A Guerra dos Bôeres (1899-1902) foi uma luta entre o Reino Unido e a população bôer, descendente de colonizadores holandeses e fundadores das repúblicas independentes de Transvaal e Orange, no nordeste da África do Sul. O conflito, que dura de 1899 a 1902, inicia-se com a tentativa da Coroa britânica de anexar as duas repúblicas, ricas em jazidas de diamante, ouro e ferro. Os bôeres (ou africânderes), que ocupam a região desde 1830, lutam para preservar a independência. Os ingleses veem nesse nacionalismo um perigo à dominação do Reino Unido no sul da África. A princípio, a supremacia é dos bôeres, que começam a guerra. Invadem a colônia do Cabo, além de sitiar cidades importantes e anexar territórios ingleses. Mas, em 1902, acontece a contra-ofensiva inglesa. A superioridade britânica em homens e armamentos derrota os bôeres.

As tropas inglesas devastam e queimam propriedades durante a guerra. Os bôeres capturados são colocados em campos de confinamento, onde morrem cerca de 20 mil pessoas. As notícias sobre o tratamento desumano dado pelos ingleses aos prisioneiros intensificam a imagem negativa do Reino Unido perante a opinião internacional. Com a Paz de Vereeniging (1902), as repúblicas são incorporadas ao Reino Unido e, em 1910, juntam-se às colônias do Cabo e de Natal para constituir a União Sul-Africana.

http://www-storia.blogspot.com/