Planeta Saturno

Planeta Saturno

Planeta Saturno
Distância do Sol: 1.429.000.000 km
Velocidade orbital média: 9,64 km/s
Duração do ano: 10.760 dias terrenos
Duração do dia: 10h13min
Diâmetro: 120.536 km
Massa: 95,151 vezes a massa da Terra
Número de satélites conhecidos: 30

Saturno é o sexto planeta em distância do Sol, sua principal característica é o sistema de anéis, observado pela primeira vez em 1610 por Galileu Galilei. É o segundo maior planeta do Sistema Solar, com 120.000 km de diâmetro, e possui pelo menos 30 satélites. Entre eles está Titã, também o maior satélite do Sistema Solar, descoberto em 1655. Saturno pode ser observado a olho nu: tem o aspecto de uma estrela de primeira grandeza, de cor amarelada. Formado por gases, em especial hidrogênio, a sua densidade é oito vezes menor que a da Terra. A atmosfera também é composta de hélio e metano, entre outros. O peso da atmosfera aumenta a pressão no interior do planeta, onde o hidrogênio se condensa. Próximo do centro, o hidrogênio líquido torna-se hidrogênio metálico, o que favorece a formação de correntes elétricas, responsáveis pelo campo magnético do planeta.Os anéis, que cercam Saturno, compreendem mais de 100 mil aros constituídos de milhares de partículas sólidas, de tamanhos variáveis. Formaram-se da desagregação de um ou mais satélites que se aproximaram em demasia do planeta.

Até 2001 haviam sido identificados 18 satélites em Saturno. Neste mesmo ano, o astrônomo Carl Hergenrother, a partir de observações feitas por um telescópio do Laboratório Planetário e Lunar, nos Estados Unidos, anuncia a descoberta de mais 13 satélites de Saturno. Localizados na região dos anéis, eles são corpos minúsculos e de forma irregular, com poucas dezenas de quilômetros de largura, agrupados em órbitas muito próximas. Talvez eles tenham sido parte, há milhões de anos, de três ou quatro corpos maiores que acabaram se esfacelando ao se chocar entre si ou com outro corpo celeste.

As sondas norte-americanas Voyager 1 e Voyager 2, lançadas em 1977, aproximam-se do planeta, respectivamente, em 1980 e 1981. A Voyager 1 revela que Titã apresenta uma atmosfera dominada por nitrogênio, semelhante à da Terra primitiva. A Voyager 2 identifica novos satélites, até então desconhecidos. Em 15 de outubro de 1997 é lançada a sonda espacial norte-americana Cassini, que deve chegar a Saturno em 2004, depois de viajar por 3,2 bilhões de quilômetros. Maior sonda espacial até hoje construída, com custo aproximado de 3,5 bilhões de dólares, a Cassini vai pesquisar o solo, os anéis e os satélites do planeta. Ela leva uma sonda menor, a Huygens, exclusivamente para estudar o satélite Titã.

www.klimanaturali.org