Rio Jordão e a Bacia do Rio Jordão

Rio Jordão e a Bacia do Rio Jordão

Rio Jordão e a Bacia do Rio Jordão
Rio Jordão
O Rio Jordão (Ha-Yarden em hebraico, Nahr al-Urdun em árabe) flui do norte para o sul da Palestina, num curso de 360km, com muitos meandros, o que explica que a distância em linha reta da nascente, no monte Hermon, na Síria, até a foz, no mar Morto, seja de apenas 200 km. A partir de 1948, um trecho do rio serviu de fronteira entre Israel e Jordânia. Em 1967, a área ao sul da confluência com o Yabis tornou-se linha de cessar-fogo entre os dois países.

Nas águas do Jordão, rio venerado por cristãos, judeus e muçulmanos, teve lugar, segundo os evangelhos, o batismo de Jesus Cristo.

As chuvas que caem nos planaltos próximos alimentam o Jordão, rio pouco profundo, por meio de afluentes permanentes ou intermitentes. O período da cheia vai de janeiro a março, e a estiagem se acentua no fim do verão. As águas contêm alta porcentagem de sais (0,77%). No trecho da foz, flui quase 400m sob o nível do mar.

Bacia do Rio Jordão

O Jordão nasce de várias fontes, todas  originadas perto do monte Hermon. Percorre a fértil bacia de Hula até chegar ao lago Kinneret, conhecido historicamente como mar da Galiléia ou lago Tiberíades. Em seguida, recebe seus principais afluentes: o Yarmuk, o Harod, o Zarga e o Yabis. Após percorrer a árida planície de Ghawr ou Ghor e a região agrícola de Zor, forma um amplo delta em sua foz. Por meio de obras de canalização, comunidades árabes e israelitas usam a água do Jordão na agricultura de irrigação.

www.klimanaturali.org