Rio Paranaíba

Tags

Rio Paranaíba

#RIO PARANAÍBA

O rio Paranaíba nasce na vertente ocidental da serra da Mata da Corda, no oeste de Minas Gerais, e segue na direção oeste-sudoeste. Seu curso se estende por cerca de mil quilômetros, ao fim dos quais se junta ao rio Grande para formar o rio Paraná. Após marcar parte da divisa entre Minas Gerais e Goiás, o Paranaíba separa os estados de Minas Gerais e Mato Grosso do Sul em toda extensão da linha limítrofe.

Explorado desde o início do século XIX, o Paranaíba é típico rio de montanha e desempenha importante papel na economia da região por ele banhada.

Forma duas importantes cachoeiras: Dourada, onde foi construída a hidrelétrica de Cachoeira Dourada, e Santo André. Pela margem direita recebe os afluentes Verde, São Marcos, São Bartolomeu, Corumbá, dos Bois e Claro; pela esquerda, destacam-se os rios Dourado, Araguari, Velhas e Tejuco.

Há garimpos de diamantes ao longo do rio, que começou a ser explorado em 1808 por Estanislau Guterres. No fim da década de 1970 o governo brasileiro implementou projetos de irrigação no vale do Paranaíba, com o objetivo de incentivar a criação de gado e o cultivo de algodão, cana-de-açúcar, arroz, milho, mandioca, feijão, amendoim e banana.

Fonte: www.klimanaturali.org