Rio Purus, Afluente do Rio Amazonas

Rio Purus, Afluente do Rio Amazonas

Rio Purus, Afluente do Rio Amazonas
Rio Purus
O Rio Purus, navegável na maior parte de seus 3.210km de extensão, nasce nos contrafortes dos Andes, no Peru. Cruza o país na direção nordeste e atravessa os estados brasileiros do Acre e Amazonas, para desembocar, por um delta de 240km, na margem direita do Rio Amazonas, do qual é o mais largo e caudaloso afluente.

Ao desaguar no rio Amazonas, em frente às ilhas Ananás e Consciência, o Purus divide-se em numerosos braços e às suas margens formam-se centenas de lagos.

A bacia do Purus começou a ser desbravada em meados do século XIX, para a extração da borracha. O primeiro seringueiro que ali chegou foi o pernambucano Manuel Nicolau de Melo, em 1852. Em cerca de vinte anos estabeleceu-se o aproveitamento econômico da área, a partir da ocupação de Itapá por quarenta famílias maranhenses e cearenses. O explorador inglês William Chandless, entre 1861 e 1865, percorreu pela primeira vez o Purus até as cabeceiras, na região peruana de Montana, perto de Cuzco. Em 1871, ao subir o Purus, a expedição de Pereira Labre, guiada por Manuel Urbano, fundou o núcleo da atual cidade de Lábrea, no estado do Amazonas. A população ao longo do Purus passou nessa época de menos de mil pessoas para cerca de quatro mil.

Os principais afluentes do Purus são, na margem esquerda, os rios Curanja (no Peru), Pauini e Tapauá e, na margem direita, os rios Chandless, Iaco, Acre, Ituxi, Mucuim e Ipixuna.

www.klimanaturali.org