Albumina, Estrutura Molecular da Albumina

Tags

Albumina,  Estrutura Molecular da Albumina

Albumina,  Estrutura Molecular da AlbuminaAs albuminas formam um grupo de proteínas de propriedades semelhantes e composição química quase análoga, que se acham contidas na maioria dos tecidos animais e em boa parte dos vegetais. Formam-se nos organismos vivos a partir de aminoácidos, que, interligados à maneira de elos, compõem cadeias de natureza protéica. Embora a disposição dos aminoácidos dentro da cadeia varie nas diferentes albuminas, as porcentagens e as dimensões moleculares de cada um deles são similares em todo o grupo.

A importância da função das albuminas fez com que, durante a segunda guerra mundial, se realizassem experiências para tratar os estados de choque com soroalbumina bovina. As reações adversas impediram a continuação dos testes, mas abriram amplo campo de investigação sobre as proteínas.

Essas proteínas, solúveis em água destilada ou em soluções salinas, quando dissolvidas são coaguláveis pela ação do calor. Essa coagulação é conseqüência de uma alteração da estrutura molecular e se observa, por exemplo, na clara do ovo, que muda de cor ao ser cozida ou fritada.

Tipos e funções. As principais albuminas são a lactoalbumina, contida no leite; a ovoalbumina, que se encontra na clara do ovo; a soroalbumina do sangue; e as albuminas vegetais. Dentro desse último grupo cabe mencionar, entre outras, a leucosina do trigo e a legumina da ervilha.

A ovoalbumina é utilizada como material alimentício pelos embriões das aves durante seu desenvolvimento. A soroalbumina, também denominada serina, representa cinqüenta por cento das proteínas sangüíneas; sua principal função é a de regular o intercâmbio de água entre os tecidos e o sangue por meio de mecanismos osmóticos, isto é, relacionados com a difusão dos líquidos através de membranas. A uma quantidade maior de soroalbumina corresponde uma percentagem superior na retenção de água; ao contrário, uma diminuição de apreciável magnitude nos níveis de albumina provoca a passagem de água aos tecidos, o que origina o edema ou inflamação. Outra função da soroalbumina é o transporte de certas substâncias através da corrente sangüínea. As albuminas vegetais, por sua vez, constituem uma notável fonte dos aminoácidos de que necessitam os animais e que, por conseguinte, devem constar de sua dieta.

www.klimanaturali.org