Mostrando postagens com marcador Guatemala. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Guatemala. Mostrar todas as postagens

Zunil | Cidade da Guatemala

Zunil | Cidade da Guatemala

ZUNIL - CIDADE DA GUATEMALA
ZUNIL - CIDADE DA GUATEMALA
ZUNIL - CIDADE DA GUATEMALA
 Zunil é uma cidade da Guatemala do departamento de Quetzaltenango.

Fonte: http://www-geografia.blogspot.com.br/
www.klimanaturali.org

Guatemala | Aspectos Geográficos e Socioeconômicos da Guatemala

Guatemala | Aspectos Geográficos e Socioeconômicos da Guatemala

GUATEMALA, ASPECTOS GEOGRÁFICOS E SOCIOECONÔMICOS DA GUATEMALA

A Guatemala é um país da América Central, limitado a oeste e a norte pelo México, a leste pelo Belize, pelo Golfo das Honduras e pelas Honduras e a sul por El Salvador e pelo Oceano Pacífico.

Capital: Cidade da Guatemala.

Geografia: Área: 108.889 km². Hora local: -3h. Clima: tropical. Capital: Cidade da Guatemala. Cidades: Cidade da Guatemala (1.160.000), Mixco (469.000), Villa Nueva (410.000), San Pedro Carchá (185.000), Cobán (180.000), Quezaltenango (166.000), San Juan Sacatepéquez (155.000) (2017).

População: 14,2 milhões (2017); nacionalidade: guatemalteca; composição: eurameríndios 56%, ameríndios 41% (principais: maias), chineses 3%. Idiomas: espanhol (oficial), línguas regionais. Religião: cristianismo 97,7% (católicos 84,3%, protestantes 12,7%, outros 14,4% - dupla filiação 13,7%), sem religião e ateísmo 1,8%, outras 0,4%.

Relações Exteriores: Organizações: Banco Mundial, FMI, Grupo do Rio, OEA, OMC, ONU. Embaixada: Tel. (61) 248-3318, fax (61) 248-4383 – Brasília (DF); e-mail: embaguatebra@zaz.com.br.

Governo: República presidencialista. Div. administrativa: 22 departamentos. Partidos: coalizão Grande Aliança Nacional (Gana) (Patriota – PP, Movimento Reformador, Solidariedade Nacional – PSN), Frente Republicana Guatemalteca (FRG), Unidade Nacional da Esperança (UNE), Avanço Nacional (PAN). Legislativo: unicameral – Congresso Nacional, com 158 membros. Constituição: 1986.

A Guatemala é um país marcado pela oposição entre os indígenas de origem maia (quase metade dos habitantes), que exercem forte influência na cultura nacional, e a elite de origem espanhola, que controla a economia e o poder político. Situado no oeste da América Central, seu território é sujeito a terremotos e cortado por duas cordilheiras, a serra Madre e a serra dos Cuchumatanes, com picos e vulcões que ultrapassam 4 mil metros de altitude. Entre elas existe um grande altiplano, habitado por cerca de 55% da população. Nas planícies costeiras se desenvolve a atividade agrícola, com base em culturas de exportação, como café, açúcar e banana.

Bandeira da GuatemalaHistória da Guatemala

A Guatemala é o coração geográfico e cultural do povo maia, que durante séculos dominou grande parte da América Central. Com a conquista espanhola, no século XVI, dois terços da população nativa são massacrados. A partir de 1524, a região é a sede da Capitania Geral da Guatemala, que inclui Honduras, Nicarágua e El Salvador. Torna-se independente da Espanha em 1821 e, no ano seguinte, une-se ao México. Separa-se em 1823 para formar a Federação Centro-Americana. Em 1838 proclama-se independente desta. No poder alternam-se conservadores e liberais até a Revolução Liberal, de 1871, uma ditadura que favorece a expansão de empresas norte-americanas na região e perdura até 1944, quando é derrubada por revolta popular. Jacobo Arbenz, presidente eleito em 1950 com o apoio dos comunistas, promove a reforma agrária e expropria terras das empresas estrangeiras. Os Estados Unidos (EUA) fornecem armas e apoio logístico ao golpe do coronel Carlos Castillo Armas contra Arbenz, em 1954. Os militares governam o país ditatorialmente até 1965, quando nova Constituição é aprovada. As garantias constitucionais são suspensas outra vez em 1968, após o assassinato do embaixador e de dois militares dos EUA por grupos de esquerda.

Esquadrões da morte

Na década de 1970, o Exército retoma o poder e surgem os esquadrões da morte, em reação a quatro grupos guerrilheiros de esquerda, reunidos em 1982 na União Revolucionária Nacional Guatemalteca (URNG). Nova Constituição é aprovada em 1985 e entra em vigor no ano seguinte. O democrata-cristão Vinicio Cerezo, eleito presidente em 1985, nomeia uma comissão para investigar crimes da ditadura. O conservador Jorge Serrano ganha as eleições de 1991 e mantém o diálogo aberto por Cerezo com a URNG. A iniciativa desagrada às Forças Armadas e aos grupos paramilitares. Uma das vítimas da repressão militar, a líder indígena Rigoberta Menchú, ganha o Prêmio Nobel da Paz de 1992. Em 1993, Serrano tenta um golpe, mas renuncia ante protestos populares e pressão internacional. O advogado de direitos humanos Ramiro de León Carpio o substitui. Álvaro Arzú, do Partido Avanço Nacional (PAN), chega à Presidência após as eleições de 1995.

Cidade da Guatemala, Capital da Guatemala
Cidade da Guatemala, Capital da Guatemala

Pacificação

Arzú afasta militares contrários ao diálogo com a guerrilha. Em dezembro de 1996, após acertar com os guerrilheiros sua reincorporação à vida civil e estabelecer garantias legais para os indígenas, Arzú assina o acordo de paz com a URNG. Em 1998 é assassinado o bispo católico Juan Gerardi, autor de um relatório segundo o qual 150 mil pessoas foram mortas e 50 mil desapareceram nos 36 anos de guerra civil no país. Em 1999, três paramilitares são condenados à morte por um massacre de civis durante a guerra civil. Alfonso Portillo, da Frente Republicana Guatemalteca (FRG), vence as eleições presidenciais de 1999 e assume o governo em janeiro de 2000. O ex-ditador e general da reserva José Efraín Ríos Montt, também da FRG, elege-se deputado e chega à presidência do Congresso Nacional.

Em dezembro de 2003, Oscar Berger, da coalizão de direita Grande Aliança Nacional (Gana), vence o segundo turno das eleições presidenciais com 54,1% dos votos. Álvaro Colom, da Unidade Nacional da Esperança (UNE), obtém 45,9%. Ao assumir o governo, em janeiro de 2004, Berger anuncia um "pacto de governabilidade" com a UNE e o PAN. Em fevereiro, o ex-presidente Alfonso Portillo sai do país, para escapar de processos por corrupção. No mês seguinte, Ríos Montt é colocado sob prisão domiciliar, em virtude de acusações de conspiração e homicídio que envolvem seus apoiadores.

Yepocapa

Yepocapa
Yepocapa é uma cidade da Guatemala do departamento de Chimaltenango.

Yupiltepeque

Yupiltepeque
Yupiltepeque é uma cidade da Guatemala do departamento de Jutiapa.

Zacapa

Zacapa
Zacapa é uma cidade da Guatemala do departamento de Zacapa. É a capital do departamento.

Zacualpa

Zacualpa
Zacualpa é uma cidade da Guatemala do departamento de El Quiché.

Zapotitlán

Zapotitlán
Zapotitlán é uma cidade da Guatemala do departamento de Jutiapa.

Zaragoza

Zaragoza
Zaragoza é uma cidade da Guatemala do departamento de Chimaltenango.

Zunilito

Zunilito
Zunilito

Zunilito é uma cidade da Guatemala do departamento de Suchitepéquez.

Fonte: http://www-geografia.blogspot.com.br/
www.klimanaturali.org

Guatemala | Mapas Geográficos da Guatemala

Guatemala | Mapas Geográficos da Guatemala

Guatemala (de Nahuatl Quauhtlemallan, "lugar de muitas árvores"). A Guatemala é uma República da América Central, que limita-se a oeste e norte com o México, a leste com Belize e o Golfo de Honduras, ao sudeste com Honduras e El Salvador, e ao sul com o Oceano Pacífico. O país tem uma área total de 108,889 km². Sua capital é a cidade da Guatemala.

Sua geografia física é em grande parte montanhosa. Tem praias suaves na costa do Pacífico e planícies baixas no norte do país. É atravessado em sua parte central pela Cordillera de los Cuchumatanes e parte da Sierra Madre del Sur.

Sua diversidade ecológica e cultural, posiciona-a como uma das áreas de maior atração turística da região. Sua topografia faz com que possua uma variedade de paisagens e climas diferentes, portanto, uma riqueza de flora e fauna abundante.

Aproximadamente dois terços do território da Guatemala consistem em montanhas, muitas delas de origem vulcânica. As terras altas compreendem duas cordilheiras paralelas, a Sierra de los Cuchumatanes e o sistema Sierra Madre, continuação da serra mexicana do mesmo nome, que atravessa a Guatemala de oeste para leste e divide o país em dois planaltos de extensão desigual.

Guatemala | Mapas Geográficos da Guatemala
Guatemala | Mapas Geográficos da Guatemala
Guatemala | Mapas Geográficos da Guatemala
Guatemala | Mapas Geográficos da Guatemala
Guatemala | Mapas Geográficos da Guatemala
Guatemala | Mapas Geográficos da Guatemala
www.klimanaturali.org