O Colecionador de Coitos Eventuais | Camilo José Cela

O Colecionador de Coitos Eventuais | Camilo José Cela

O Colecionador de Coitos Eventuais | Camilo José CelaDom Socorro de Pombinha Mingüê, sogro do capador diplomado dom Éfrem Formatge y Cudireito, que sofria de estrabismo testicular, ou talvez de orquite descompensada e chacoalhante, andava com os dentes, as unhas e o pinto sempre limpos, mas como se isso fosse uma coisa casual.

– Ou imprevista...

– Certo. Ou esporádica, ou contingente, ou adjetiva.

Dona Nati de Benito y Emerson, viúva de dom Laureano-Gaudêncio, o presbítero Sinquemequererá, fingiu que não entendia.

– E respondendo rapidinho, quais são, no seu entender, os melhores coitos?

– Assim de pronto, não sei. Talvez o do pinto no leite, que como o nome já indica...

– Valeu. O senhor já examinou bem direitinho a Visitação, dom Socorro?

– Isola! Isola! Com essa porca, nem bêbado. Sabe o que ela veste por baixo? Bermuda, entende? O que ela precisa é de uma lição, para voltar ao bom caminho, do qual jamais devia ter se desviado!

– Pensa muito bem. Os pais é que devem tirar as bermudas que essas senhoras vestem, não acha que estou certa?

www.megatimes.com.br
www.klimanaturali.org