Motociclismo

Tags


Motociclismo

Motociclismo

Organizado pela Federação Internacional de Motociclismo (FIM), o Mundial de motociclismo é dividido em três categorias: 500, 250 e 125 cilindradas. Na mais importante, a das 500 cilindradas, também conhecida como Moto GP.

Origem - Corrida de motocicletas, divididas em categorias de acordo com a cilindrada (cc) dos motores, a idade e o grau de experiência dos pilotos. As provas de motociclismo também se diferenciam por seus objetivos: alguns tipos privilegiam a velocidade; outros, a habilidade e a regularidade dos concorrentes. O motociclismo é regulamentado em 1905 pelo Clube Francês de Autociclos, que promove o Primeiro Troféu Internacional. A organização do esporte hoje está sob a responsabilidade da Federação Internacional de Motociclismo.

Regras - As provas de velocidade são as mais comuns e se parecem muito com as de automobilismo. As categorias são 125 cc, 250 cc e 500 cc – esta considerada a Fórmula 1 do motociclismo. As motocicletas chegam a 300 quilômetros por hora e o Campeonato Mundial é disputado em diversas corridas, como os grandes prêmios de Itália, Alemanha, França, Holanda (Países Baixos) e Bélgica. O do Brasil acontece no Autódromo de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. O Campeonato Nacional também é dividido em quatro categorias: 125 cc, 125 4T, 500 cc e 500 a 600 cc.

Motocross, trial e enduro são competições de motociclismo nas quais a velocidade nem sempre desempenha papel principal. No motocross, as provas duram no mínimo 30 minutos e ocorrem em pistas de 1 200 m a 1 800 m. O traçado possui valetas, riachos, lombadas, depressões e irregularidades. O trial é geralmente disputado em terrenos ainda mais acidentados, que exigem habilidade no equilíbrio da moto. A velocidade máxima permitida é de 15 quilômetros por hora. O enduro exige resistência e pode ser de dois tipos: de velocidade e de regularidade. O primeiro é realizado em circuitos fechados, com obstáculos; o outro, em estradas de terra, trilhas e matas. Os pilotos largam em intervalos de 30 segundos e todos recebem uma planilha com o caminho e o tempo exato para percorrer cada etapa. O objetivo é respeitar ao máximo o tempo estipulado. Ao longo do percurso há diversos locais de cronometragem, onde se confere o tempo de cada piloto até aquele ponto. Qualquer variação em relação ao tempo previsto é penalizada. Vence o enduro quem perder menos pontos ao final da prova.

www.megatimes.com.br
www.klimanaturali.org
lumepa.blogspot.com

Arquivo