Império Mongol na Ásia Central

Império Mongol na Ásia Central

Império Mongol na Ásia Central
O Império Mongol foi originado pela unificação das tribos mongóis, situadas na Ásia Central (atual Mongólia), que se estende do início do século XIII até a metade do século XIV. Em 1206, Temüjin (1154?-1227), um chefe de clã, é eleito Gêngis Khan (supremo soberano) e conquista a China entre 1211 e 1215. Volta-se para o oeste, atravessa a Pérsia em 1221 e, ao final do governo, amplia seus domínios do Adriático ao Pacífico. Esses avanços são consolidados pelo neto Kublai Klan (1215-1294). Por volta de 1240, ele alcança o rio Danúbio, exercendo influência em grande parte dos continentes asiático e europeu. Na China, Kublai funda a dinastia estrangeira Yuan, de 1280 a 1368, e transforma Pequim em um dos mais importantes centros mundiais. Impulsiona o comércio de caravanas, promovendo o intercâmbio entre Ocidente e Oriente.

Em 1278, Marco Polo chega à China, abrindo caminho a outros viajantes. Os europeus começam então a importar seda e porcelana do país, além de conhecimentos técnicos, como a produção de explosivos à base de pólvora. Mas, em 1368, os mongóis são expulsos do território pela dinastia Ming, que fecha a rota da seda e o acesso chinês ao mundo mediterrâneo. Com a desagregação do Império no século XIV, a população divide-se em tribos nômades, inimigas entre si, favorecendo o controle dos chineses, que as submetem até 1691.

http://www-storia.blogspot.com/