Ku Klux Klan - KKK

Ku Klux Klan - KKK


Ku Klux Klan é o nome pelo qual se conhecem duas diferentes organizações secretas terroristas dos Estados Unidos. Uma delas foi fundada em Pulaski, Tennessee, em 1866, logo após a guerra de secessão, e perdurou até a década de 1870. A outra, iniciada em 1915, continua em ação até o presente.

Vestidos e encapuzados com lençóis, com o objetivo de amendrontar os supersticiosos e de impedir a identificação, os membros da organização secreta terrorista americana Ku Klux Klan intimidavam, açoitavam e matavam os negros recém-libertados e seus protetores brancos em expedições noturnas.

A Ku Klux Klan do século XIX era originalmente um clube de veteranos confederados. A denominação parece ter origem na palavra grega kyklos (círculo), à qual se acrescentou klan para efeito de aliteração. A organização logo se tornou um veículo para a resistência secreta sulista, empenhada em restaurar a supremacia branca por meio da intimidação e da violência contra negros recém-libertados. Devido à excessiva violência do grupo, seus membros começaram a dispersar-se em 1869, mas ramificações locais continuaram em ação. Em 1880 já estava praticamente desaparecida.

A segunda Ku Klux Klan foi organizada nas proximidades de Atlanta, Geórgia. Sua expansão máxima se deu na década de 1920, quando tinha mais de quatro milhões de membros no país. À hostilidade contra os negros, a nova organização acrescentou o preconceito contra católicos romanos, judeus, estrangeiros e sindicalistas. Há registro de ataques terroristas até as décadas de 1970 e 1980, porém os casos eram mais raros. Em 1985 a organização tinha apenas cerca de 6.500 membros.

www.klimanaturali.org