Monumentos Megalíticos

Monumentos Megalíticos

Stonehenge na Inglaterra
Monumentos megalíticos são construções formadas por grandes blocos monolíticos de pedra (megálitos) -- amontoados, erguidos ou alinhados -- e erigidas pelos povos pré-históricos por motivos religiosos, comemorativos ou para servirem de túmulos. Esse costume difundiu-se pela maior parte da Europa e regiões da África e da Ásia ao longo do período neolítico e do início da idade do bronze.

Um dos mais famosos monumentos megalíticos situa-se em Stonehenge, na Inglaterra. Construído durante o período neolítico e o início da idade do bronze (entre 1800 e 1400 a.C.), ainda hoje esse conjunto de pedras gigantescas, dispostas em círculos concêntricos, desperta a curiosidade de leigos e estudiosos.

A evolução e expansão da cultura megalítica ainda é objeto de estudos, mas acredita-se que, na Espanha, em Portugal e na costa mediterrânea, a mais antiga dessas gigantescas construções seja o dólmen (ou cromlech, em galês). Composto de um grande bloco chato de pedra colocado sobre vários blocos verticais, formando um espaço aproximadamente retangular, o dólmen era recoberto por uma camada de terra que, na maior parte dos casos, se desprendeu sob o efeito do tempo. No norte e oeste da Europa foram encontrados dois tipos de dólmens. Um deles, espécie de entrada para o túmulo, consiste em uma longa passagem anexa, com cobertura de pedra, que servia de entrada para o dólmen em si. O outro é uma câmara funerária longa e retangular, sem entrada definida.

O menir (do bretão men, "pedra", e hir, "longa") é o mais simples monumento megalítico, constituído de um único bloco de pedra, às vezes muito grande, fixado verticalmente no solo. Encontrado com mais frequência na Europa ocidental, especialmente na Bretanha francesa, pode apresentar-se isolado ou formar conjuntos. Há muitos conjuntos na Inglaterra, onde os mais conhecidos são os de Stonehenge e Avebury, em Wiltshire.

Quase sempre os conjuntos de menires são dispostos em círculos, semicírculos ou imensas elipses. Também podem se apresentar em linhas paralelas, designadas alinhamentos. Os mais famosos são os alinhamentos de Carnac, na França, com 2.935 menires. Os alinhamentos foram provavelmente usados em procissões rituais e quase sempre finalizavam num círculo ou semicírculo de megálitos. Ainda se desconhece o motivo pelo qual foram construídos os monumentos megalíticos, mas todos se assemelham em certas características arquitetônicas e técnicas, o que demonstra que os difusores da cultura megalítica chegaram a dominar populações locais de várias áreas. A similaridade dos símbolos mágicos entalhados em muitos monumentos também indica uma unidade de crenças.

www.klimanaturali.org