Cristianismo de Fronteira no Brasil

Cristianismo de Fronteira no Brasil

Cristianismo de Fronteira no Brasil

Grupos que usam a Bíblia como referência, mas também se valem de outras fontes de revelação/verdade que, eventualmente, podem contradizer a doutrina cristã. As principais igrejas são a Adventista, a Mórmon e a Testemunhas de Jeová.

Mórmons - Os primeiros missionários mórmons vindos dos Estados Unidos chegam ao país em 1928 e se instalam oficialmente em 1935, com a fundação da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Seu crescimento ocorre principalmente na década de 1980. Depois disso se estabiliza. Segundo o Censo de 2000 há 199,6 mil mórmons no Brasil.

Adventistas - A doutrina da Igreja Adventista está centralizada na figura de Jesus, considerado o salvador, e no que chamam o "advento de Cristo", ou seja, seu retorno à Terra. Os primeiros adeptos da igreja surgem em 1879, em Santa Catarina. A Igreja Adventista do Sétimo Dia, a maior desse ramo no país, instala-se em Gaspar Alto (SC), em 1896. Entre os outros ramos que se desenvolvem no Brasil, estão a Igreja Adventista da Promessa e a Igreja Adventista da Reforma. Os adventistas mantêm extensa rede hospitalar e estão em todos os estados brasileiros. Segundo o Censo de 2000, a igreja tem 1,2 milhão de adeptos.

Testemunhas de Jeová - Igreja introduzida no Rio de Janeiro, em 1923, por um grupo de marinheiros norte-americanos. Sua sede nacional se localiza em Cesário Lange, em São Paulo. O número de adeptos é de 1,1 milhão, segundo o Censo de 2000.

www.klimanaturali.org