O Bem Amado | Dias Gomes


O Bem Amado | Dias Gomes


O Bem Amado | Dias Gomes" Dorotéa
Acho que o senhor só tem uma saída: inaugurar o cemitério.

Odorico
Inaugurar como? Se há um ano não morre ninguém nesta terra?!

Dorotéa
Inaugure sem defunto mesmo.

Odorico
Era uma desmoralização. Depois da gente ter anunciado aos quatro ventos que a inauguração ia ser com o primeiro enterro, era passar o recibo de inutilidade do cemitério; era dar razão à oposição, que diz que é dinheiro jogado fora. Não, inaugurar campo-santo sem defunto é o mesmo que batizar navio em terra firme. Não tem graça.

Dorotéa
Menos graça tem ainda o que a Câmara Municipal está preparando.

Odorico
Que é?

Dorotéa
Soube hoje que vão pedir esse tal de impeachment.

Odorico
Já me disseram. Querem votar o meu impedimento. Mas isso eles não vão conseguir. Não vão conseguir.

Dorotéa
Acho que só há um meio de evitar: arranjar um defunto qualquer e inaugurar o cemitério. Não se podia comprar um?

Odorico
Já pensei nisso. Mandar buscar em Salvador. Lá se vendem cadáveres para estudo na Faculdade de Medicina.

Dorotéa
Pois então! É a solução!

Odorico
Mas muito perigosa. A oposição ia descobrir, com toda a certeza. E nem é bom imaginar o que iam dizer de nós.

Dorotéa
Não há ninguém doente na cidade?

Odorico
Em estado de dar esperanças, parece que ninguém. Em todo o caso, mandei o coveiro fazer uma verificação.

Dorotéa
Quase todo ano há sempre um veranista que morre afogado.

Odorico
Este ano o mar está que é uma lagoa. Nunca vi tanto azar.

Dorotéa
Então que vamos fazer?

Odorico
Sei lá, Dona Dorotéa, sei lá. Passo dia e noite pensando nisso e não encontro jeito. É uma situação deverasmente embaraçante."

www.megatimes.com.br

www.klimanaturali.org