Ginástica Rítmica nos Jogos Olímpicos

Tags


Ginástica Rítmica nos Jogos Olímpicos

Ginástica Rítmica nos Jogos Olímpicos
Ramo da ginástica também conhecido como ginástica cênica, praticado exclusivamente por mulheres, desenvolvido a partir da década de 1960. Consiste em um conjunto de exercícios físicos acompanhados por música em que as ginastas têm de manipular cinco objetos: maça, bola, fita, arco e cordas.

Dirigido pela Federação Internacional de Ginástica (FIG) no mundo e pela Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), o esporte tem o seu primeiro campeonato mundial em 1963. Em 1984 o esporte passa a fazer parte dos Jogos Olímpicos. Em 2001, a FIG estabelece 16 anos como a idade mínima para que as ginastas participem de eventos oficiais adultos. A mudança entra em vigor em 2005, após os Jogos Olímpicos de Atenas, na Grécia.

Competições – A ginástica rítmica tem duas modalidades: individual e equipes. Nos campeonatos individuais, a ginasta obrigatoriamente participa de quatro provas entre as cinco existentes (corda, arco, bola, maças e fita). A corda é feita de material sintético e seu tamanho é proporcional à altura da ginasta. O arco, de madeira ou plástico, tem entre 80 cm e 90 cm de diâmetro interno e pesa pelo menos 300 mg. Deve ser rígido, sem se dobrar. A bola, feita de plástico ou borracha, possui um diâmetro entre 18 cm e 20 cm e pesa pelo menos 400 mg. As maças são bastões, feitos de madeira ou plástico, que têm entre 40 cm e 50 cm e que pesam pelo menos 150 mg cada. A fita, que é utilizada junto com uma vareta que a segura, é feita de cetim e seu peso deve ser até 35 mg e 6 m de comprimento. Em cada prova, as ginastas utilizam os equipamentos, fazendo movimentos ao som de uma música determinada por elas mesmas.

As provas de ginástica rítmica duram 1 minuto, no mínimo, e 1,5 minuto, no máximo. Nelas, somam-se os pontos obtidos em cada um dos quatro exercícios. A bola é de borracha sintética, com peso mínimo de 400 g e diâmetro entre 18 cm e 20 cm. A ginasta não pode segurá-la com o braço, o antebraço ou os dedos, apenas com a palma das mãos. As maças são de madeira ou de material sintético, com tamanho que varia entre 40 cm e 50 cm e peso mínimo de 150 g. A parte grossa da maça é chamada de corpo; a fina, de pescoço, terminando numa pequena esfera, a cabeça (cujo diâmetro máximo é de 3 cm). O arco pesa 300 g e é utilizado em movimentos que envolvem os ombros, o pescoço, o pé, o joelho e a cintura. A corda, de cânhamo ou material sintético, deve ter comprimento proporcional ao tamanho das ginastas e um ou dois nós em cada extremidade. Deve ser arremessada, balançada, girada e pega de maneira que esteja solta ou dobrada. A corda tem de estar sempre em movimento e os impulsos precisam ser seguidos, sem interrupções. Com a fita, sempre aberta, as ginastas devem fazer movimentos espirais, cobras e arremessos.

www.megatimes.com.br
www.klimanaturali.org
lumepa.blogspot.com

Arquivo