Santa Lúcia | Aspectos Geográficos e Socioeconômicos de Santa Lúcia

Santa Lúcia | Aspectos Geográficos e Socioeconômicos de Santa Lúcia


Santa Lúcia é um país insular das Pequenas Antilhas, no Caribe, com fronteiras marítimas com a Martinica, a norte, e São Vicente e Granadinas, a sudoeste. É também um dos países mais próximos de Barbados e sua capital é Castries.  

Santa Lúcia é una pequena nação localizada ao norte das ilhas de Trinidad e Tobago, São Vicente e Granadinas e ao sul da ilha de Martinica.

Seu território compreende uma ilha vulcânica e montanhosa, com alguns vales férteis, e com 158 quilômetros de costa. Seu ponto mais alto é o Monte Gimie, que fica a 950 metros sobre o nível do mar.  

A maior cidade é a capital, Castries, onde reside mais de um terço da população. Outras cidades relativamente importantes são Soufrière, onde se localizam alguns mananciais e emanações sulfurosas do vulcão Qualibou; e Vieux Fort, onde se localiza o aeroporto internacional.

SANTA LÚCIA - ASPECTOS GEOGRÁFICOS E SOCIAIS DE SANTA LÚCIA

História de Santa Lúcia

Os índios taínos foram os primeiros a povoar a ilha de Santa Lúcia a partir do século III, mas os caribes substituíram-nos mais tarde.

A descoberta europeia da ilha de Santa Lúcia é relativamente vaga, e os primeiros europeus devem ter chegado à ilha entre o final do século XV e o princípio do século XVI. Foi provavelmente descoberta por volta de 1500, pelo explorador espanhol Juan de la Cosa.

Bandeira de Santa LúciaDepois de algumas tentativas falhadas de colonização, os franceses e os britânicos lutaram pela ilha e pelo seu belo porto natural de Castries ao longo dos séculos XVII e XVIII. Nesse período, a ilha mudou de mãos quatorze vezes, até que os britânicos passaram finalmente a controlá-la em 1814.

A ilha foi uma província da Federação das Índias Ocidentais entre 1958 e 1962. Foi-lhe depois atribuído o auto-governo em 1967 e a independência em 22 de fevereiro de 1979.

Castries, Capital de Santa Lúcia
Castries, Capital de Santa Lúcia

Geografia de Santa Lúcia

Santa Lúcia é uma pequena nação localizada ao norte das ilhas de Trinidad, Tobago, São Vicente e Granadinas e ao sul da ilha de Martinica.


O clima é tropical moderado por ventos do noroeste e a temporada de chuva inicia em maio e termina no mês de agosto.

Suas montanhas Piton (Gros Piton e Petit Piton) são um dos símbolos das ilhas do Caribe.

Coordenadas geográficas: latitude 13°50' N, longitude 61°00' O.
Território: 616 km², dos quais 606 km² são de terra firme.
Águas: 200 MN de zona econômica exclusiva, das quais 12 são mar territorial.
Recursos naturais: bosques, pedra pome, mananciais de águas minerais e potencial geotérmico.
Ameaças naturais: furacões e atividade vulcânica.
Problemas ambientais: desflorestamento e erosão do solo (especialmente no norte da ilha).

Demografia

Estima-se que em 2011 a população da Ilha Santa Lúcia era de 169.415

Sua população é formada por 90,5% de Afro-americanos, 5,5% de eurafricanos, 3,2 % de indianos, 0,8% de europeus meridionais. Cerca de 96% da população é cristã, sendo 78% formada por católicos e 21% por protestantes.

Política de Santa Lúcia

O Estado é dividido administrativamente em seis regiões e duas dependências: Barbuda, Redonda, Saint George, Saint John, Saint Mary, Saint Paul, Saint Peter e Saint Phillip.

Poder Executivo - o chefe de Estado, desde 1952, é a Rainha Elizabeth II, representada pelo governador-geral; o poder executivo é exercido, na realidade, pelo primeiro-ministro, que é o chefe de governo, e pelo seu gabinete; o governador-geral é nomeado pelo monarca, sob orientação do primeiro-ministro, o qual, por sua vez, é escolhido pelo governador-geral.

Poder Legislativo - Congresso bicameral, composto pela Casa dos Representantes, com 17 membros eleitos por voto proporcional para mandato de cinco anos, e Senado, com 11 senadores nomeados pelo governador-geral.

Poder Judiciário - sistema legal, baseado na Common Law do Reino Unido, exercido pela Suprema Corte de Justiça do Caribe Oriental, com sede em Santa Lúcia; um dos juízes da Corte deve residir no país e há possibilidade de apelações ao Conselho Privado, em Londres.