Trinidad e Tobago | Aspectos Geográficos e Socioambientais de Trinidad e Tobago

Trinidad e Tobago | Aspectos Geográficos e Socioambientais de Trinidad e Tobago

TRINIDAD E TOBAGO - ASPECTOS GEOGRÁFICOS E SOCIAIS DE TRINIDAD E TOBAGO
Trinidad e Tobago (em inglês: Trinidad and Tobago), oficialmente República de Trindade e Tobago (em inglês: Republic of Trinidad and Tobago), é um insular das Caraíbas (Caribe em português brasileiro) situado ao largo da costa nordeste da Venezuela e a sul de Granada, nas Pequenas Antilhas. Faz fronteira marítima com os Barbados a nordeste, com a Guiana a sudeste, e com a Venezuela a sul e a oeste. Situa-se na confluência do mar das Caraíbas com o oceano Atlântico.

O país tem uma área de e consiste nas ilhas de Trindade (ou Trinidad), Tobago, e numerosos ilhéus. A ilha da Trindade é a maior e mais povoada, representando 94% da área do total e 96% do total de habitantes.

As duas ilhas são de clima tropical e terreno montanhoso. A sua localização permite-lhe evitar a chamada "cintura de Furacões", região propensa à ocorrência do fenômeno nas Caraíbas. A principal cidade da ilha de Trinidad é a capital do país, Port of Spain (ou Porto de Espanha) enquanto que a cidade principal da ilha de Tobago é Scarborough. Com mais de um milhão de habitantes, Trinidad e Tobago é o país com a segunda maior população de língua inglesa na região, depois da Jamaica.

A ilha da Trindade foi colônia espanhola desde a chegada de Cristóvão Colombo em 1498 até à capitulação do governador espanhol, Don José María Chacón, aquando da chegada de uma armada britânica composta por 18 navios de guerra a 18 de fevereiro de 1797. Durante esse período a ilha já havia mudado repetidas vezes de mãos entre colonizadores espanhóis, britânicos, franceses, neerlandeses e curlandeses. Trindade, e também Tobago, foram cedidas ao Reino Unido em 1802 de acordo com o tratado de Amiens. O país obteve a sua independência em 1962, tornando-se posteriormente uma república em 1976. Ao contrário do que acontece com a maioria dos das Caraíbas, a economia trinitária é principalmente industrial, com ênfase nas indústrias petrolífera e petroquímica. Atualmente, o território atrai investimentos externos e apresenta uma economia florescente, almejando tornar-se um "Tigre do Caribe", a exemplo dos chamados Tigres Asiáticos.

A sua capital, Port of Spain (ou Porto de Espanha, na forma portuguesa), é a favorita para sediar o secretariado-geral da Área de Livre Comércio das Américas (ALCA).

Trindade e Tobago é conhecido pelo seu Carnaval e por ser o país de origem do tambor de aço, dos estilos musicais calipso, soca, chutney e da dança do limbo.


BANDEIRA DE TRINIDAD E TOBAGOGeografia – Área: 5.123 km². Hora local: -1h. Clima: tropical. Capital: Port of Spain. Cidades: Chaguanas (62.600) (1990), Port of Spain (59.000) (aglomeração urbana), San Fernando (35.000), Arima (33.000), Point Fortin (25.000) (2018).

População – 1,6 milhão (2018); nacionalidade: trinitina ou tobaguiana; composição: afro-americanos 41%, indianos 41%, eurafricanos 16%, europeus 1% (meridionais e britânicos, outros 1% (1996). Idiomas: inglês (oficial), francês, espanhol, hindi, chinês. Religião: cristianismo 64,6% (católicos 30,7%, protestantes 13,8%, anglicanos 11,9%, outros 8,2%), hinduísmo 22,8%, islamismo 6,8%, outras 3,6%, sem religião 2,2%. Moeda: dólar trinitino.

Relações Exteriores – Organizações: Banco Mundial, Caricom, Comunidade Britânica, FMI, OEA, OMC, ONU. Embaixada: Tel. (61) 365-1132, fax (61) 365-1733 – Brasília (DF); e-mail: trinbago@terra.com.br.

Governo – República parlamentarista. Div. administrativa: 8 condados, 3 municipalidades e 1 distrito. Partidos: Movimento Nacional do Povo (PNM), Congresso Nacional Unido (UNC), Aliança Nacional pela Reconstrução (NAR). Legislativo: bicameral – Casa dos Representantes, com 36 membros; Senado, com 31 membros. Constituição: 1976.

O país, no sul do Caribe, é formado por duas ilhas principais e algumas ilhotas montanhosas e de clima tropical. A população, concentrada em Trinidad, a maior ilha, é formada principalmente por descendentes de africanos e de indianos, levados para trabalhar nas plantações de cana-de-açúcar. Berço das famosas steel bands, cujos instrumentos são barris vazios de petróleo, Trinidad e Tobago garante acesso a serviços de saúde e água potável a quase todos os habitantes. A base da economia, por anos, foi a extração de petróleo. Atualmente, o país investe na ampliação da usina em Point Fortin, para a produção de gás natural liquefeito.
Port of Spain
 Port of Spain

História de Trinidad e Tobago

Em 1498, Cristóvão Colombo chega a Tobago, que passa a pertencer à Espanha. Trinidad, ocupada pelos holandeses em 1632, é logo tomada pelos espanhóis. A base econômica das ilhas torna-se a cultura de açúcar, com mão-de-obra escrava trazida da África. Os ingleses conquistam Trinidad em 1802. Tobago é cedida ao Reino Unido em 1814. As ilhas constituem uma única colônia em 1888. Em 1962, o território torna-se Estado independente, associado à Comunidade Britânica, e Eric Williams chefia o primeiro governo. A partir de 1973 cresce a exportação de petróleo. Em 1976, nova Constituição transforma o país em República. O Movimento Nacional do Povo (PNM) perde as eleições de 1986 para a Aliança Nacional pela Reconstrução (NAR), que indica Arthur Robinson para primeiro-ministro. O PNM volta ao governo em 1991 com Patrick Manning. Nas eleições de 1995, Basdeo Panday, do Congresso Nacional Unido (UNC), assume como primeiro-ministro, em coalizão com o NAR. Robinson torna-se presidente em 1997.
Na eleição para a Casa dos Representantes de 2001, UNC e PNM conquistam 18 cadeiras cada um. O presidente Robinson pede a Manning que nomeie um gabinete, mas Panday contesta a decisão, o que inicia uma crise institucional. Em 2002, na terceira eleição geral em três anos, o PNM obtém 20 cadeiras, ante 18 do UNC, e põe fim à crise. Em fevereiro de 2003, o Parlamento elege Maxwell Richards novo presidente. Com o objetivo de combater os altos índices de criminalidade, o governo cria em fevereiro de 2004 uma nova força policial-militar.

www.geografiatotal.com.br
www.klimanaturali.org