Savana, Pradaria Tropical ou Subtropical

Savana, Pradaria Tropical ou Subtropical
Savana, Pradaria Tropical ou Subtropical

A Savana é uma pradaria tropical ou subtropical, caracterizada por cobertura herbácea contínua, em meio à qual ocorrem, isoladamente, árvores e arbustos de pequeno porte. Diferencia-se da estepe, na qual é menor a ocorrência de árvores. Entre os vários tipos de savana, distinguem-se: a desértica, muito aberta e seca, em geral localizada nos limites com o deserto; a herbácea, em que predominam as gramíneas; e a lenhosa, com numerosas árvores e arbustos.

Grandes extensões de terra na África e na América do Sul são ocupadas pela savana, que ocorre também, em menor proporção, em Madagascar e na Austrália.

O ecossistema tem seu desenvolvimento marcado pela ocorrência de altas temperaturas e pronunciada estação seca, que pode durar de sete a dez meses. Na estação úmida se registra rápido crescimento da vegetação, composta principalmente de gramíneas, de até trinta centímetros de altura, e árvores de tamanho variável entre 1,5 e 4,5m. Cessadas as chuvas, as gramíneas fenecem rapidamente e as árvores costumam perder as folhas. Nessa época com frequência se produzem queimadas, espontâneas ou por ação do homem, o que favorece o crescimento da vegetação herbácea em prejuízo das árvores.

#Savana

A savana predomina nos territórios intermediários entre a floresta úmida e as estepes e desertos das zonas tropicais, ao norte e ao sul da linha equatorial. Na África, onde se encontram as maiores extensões dessa vegetação, ocupa uma larga faixa de leste a oeste do continente, especialmente no Sudão e na região dos Grandes Lagos. São características da savana africana as árvores espinhosas e de folhas pequenas, sobretudo acácias, e grupos de palmeiras e cactos, além de grandes árvores solitárias, como o baobá. Na América do Sul a savana é particularmente extensa na Venezuela e na Colômbia, países em que é conhecida como llanos. A savana brasileira é o cerrado, que ocorre no planalto Central, na Amazônia e em parte do Nordeste. Na África do Sul, às vezes recebe o nome de bushveld ou veld.

Animais de pastagem, originalmente presentes em todas as áreas de savana, restringem-se atualmente à África, onde ocorrem grandes mamíferos herbívoros, felinos predadores como leões e leopardos, e aves como falcões, águias, abutres e avestruzes. O aproveitamento econômico mais frequente da savana consiste na pecuária extensiva.

www.klimanaturali.org