Nudismo

Nudismo

#NudismoNudismo é a prática de andar sem roupas, associada a outros comportamentos determinados por uma ideologia da qual fazem parte a informalidade, a rejeição dos preconceitos sexuais e a solidariedade. O caráter democrático do nudismo, praticado por pessoas de todas as idades e compleições físicas, traz implícita uma rejeição à tirania estética da sociedade de consumo, que valoriza pessoas jovens, belas e magras em detrimento de velhos, feios e gordos. Trata-se geralmente de um procedimento coletivo e social, em que pessoas de ambos os sexos interagem livremente durante suas atividades normais - trabalho físico e intelectual, esportes e lazer - sem envolvimento sexual.

As comunidades nudistas caracterizam-se pela integração com a natureza e pela franqueza dos relacionamentos interpessoais. Alimentação equilibrada, vida ao ar livre e atividades físicas estão entre as práticas saudáveis preconizadas pelos nudistas.

O movimento originou-se na Alemanha no início do século XX e é contemporâneo da reação contra o rígido moralismo do final do século XIX. Disseminado por toda a Europa depois da primeira guerra mundial, o nudismo passou a ser praticado também na América do Norte, na década de 1930. Nos Estados Unidos e no Canadá, no entanto, restringiu-se a campos e praias demarcados especialmente para esse fim. O ambiente nos campos de nudismo é deliberadamente não-erótico e muitos são governados por estritas regras de conduta.

Embora a nudez tenha se tornado cada vez mais comum nas últimas décadas do século XX, a prática do nudismo não foi aceita sem reservas. No Brasil, ao mesmo tempo que o vestuário feminino cotidiano tornava-se cada vez mais exíguo e os costumes sexuais mais permissivos, o nudismo, paradoxalmente, continuava a ser objeto de interdição. A maior parte dos nudistas adultos é psicologicamente saudável, mas o impacto do nudismo sobre a personalidade infantil é objeto de discussão entre os especialistas em educação e psicologia.

www.klimanaturali.org