Berberes, Povo da África do Norte

Berberes, Povo da África do Norte

Berberes, Povo da África do NorteChamam-se berberes os povos indígenas que habitam o norte da África, distribuídos entre Argélia, Marrocos, Tunísia, Líbia e Egito. Definir suas características é tarefa que requer critérios especiais. Do ponto de vista racial, as etnias são várias e as características antropológicas desses povos não permitem falar em raça berbere. Sob o aspecto linguístico, tampouco existe unidade: muitos   berberes falam árabe e distinguem-se diferentes falares entre as tribos de língua berbere, das quais os maiores grupos são os tuaregues, os cabilas e os chleuh.

Os povos ditos berberes jamais alcançaram unidade política. Seu habitat, fracionado em pequenas planícies e  planaltos de difícil acesso, facilita a dispersão em tribos independentes, separadas ainda pela diversidade étnica e linguística.

Seus costumes e vida social também variam em cada grupo: muitos berberes são agricultores sedentários que se dedicam ao cultivo de trigo, cevada, frutas e legumes no inverno e apascentam rebanhos no verão; outros são pastores nômades. Grande número de berberes emigrou para a Espanha, França e outros países.

Apesar do domínio romano sobre o norte da África e de uma invasão árabe no século VII, as tribos berberes permaneceram relativamente autônomas até o século XII, quando os beduínos destruíram sua economia e converteram ao nomadismo muitas das tribos sedentárias. Os berberes tornaram-se muçulmanos, mas seu islamismo conserva traços da antiga religião animista e sua moralidade apresenta muitos traços originais, sobretudo em virtude da existência de um direito consuetudinário e de uma organização judiciária independente dos princípios do Alcorão. Esse direito implica, entre outros elementos, o juramento coletivo e severas penas pecuniárias.

Os laços de parentesco entre os berberes se definem a partir da família patrilinear. O casamento preferencial é com a prima-irmã do lado paterno. A família tradicional é do tipo gentílico, que agrupa sob autoridade do pai os filhos, filhas e eventualmente as esposas dos filhos e os netos. A autoridade do pai é ampla e compreende a decisão sobre o casamento dos filhos e, especialmente, das filhas.

Entre as tribos sedentárias, a essa estrutura familiar corresponde um habitat composto de um grupo de casas, ao qual se acrescenta uma nova unidade a cada casamento. Esse agrupamento é a célula básica da sociedade berbere. O conjunto de vários deles forma um bairro, estes integram aldeias e várias destas constituem uma fração, que é a instância superior da sociedade berbere, pois os laços entre frações para compor uma tribo são instáveis. Da mesma forma, a aliança entre tribos é apenas temporária e só se concretiza em situações especiais.

Geografia Total