Bridge | Jogo de Cartas

Tags

Bridge (Jogo de Cartas)


Bridge é um jogo de cartas, disputado geralmente por quatro pessoas, divididas em dois partidos. Cada lado procura vencer o outro fazendo o maior número de vazas. Por vaza entende-se uma rodada em que cada participante joga uma carta na mesa. Como cada um recebe 13 cartas, o jogo se decide em 13 vazas.

Tão complexo é o bridge que se gerou uma vasta biblioteca internacional, com livros sobre regras, técnicas, métodos e sistemas, além de revistas especializadas e máquinas eletrônicas para verificação de suas combinações.

Disseminado por todo o mundo, o bridge é uma variação inglesa do whist russo, ou biritch, que é uma combinação do whist com o jogo russo vint e se assemelha ao khediva da Grécia e da Turquia, ambos muito apreciados nos cassinos da Riviera. Depois o bridge também sofreu modificações e hoje apresenta duas variantes principais: o bridge de leilão ou plafond e o bridge contrato.

Regras

Bridge (Jogo de Cartas)De forma geral o jogo consiste em distribuir entre as duas parcerias as 52 cartas do baralho, exceto a última, que se expõe sobre a mesa e cujo naipe vale como trunfo. Essa carta passa a fazer parte da mão do carteador, que é o primeiro a jogar. Aquele que jogar a carta mais alta ganha a vaza. O valor das cartas é o comum: ás, rei, dama, valete, dez, e assim sucessivamente até dois. Os jogadores são obrigados a combinações de naipes e trunfos. Após a divisão do baralho entre os quatro participantes é estabelecido que o direito de escolher o naipe de trunfo compete ao partido que fizer a melhor oferta e inicia-se o jogo por um leilão, no qual os jogadores prometem realizar um determinado número de vazas, desde que o trunfo seja o naipe por eles indicado. Quem vence o leilão firma um contrato que lhe dará direito a um prêmio maior ou menor, segundo a quantidade de vazas prometida. Compete ao adversário impedir que o declarante cumpra o contrato. Para tanto basta fazer apenas uma vaza, suficiente para impor uma multa ao oponente por não executar o jogo prometido.

Organização

De todos os jogos de cartas, o bridge contrato é o mais difundido e o único que se rege por leis internacionais, elaboradas  e promulgadas em 1948, pela American Contract Bridge League (Liga Americana de Bridge Contrato), nos Estados Unidos; pelo Portland Club, no Reino Unido; e pela Liga Europeia de Bridge, com subsedes em diversos países. Essas leis estabeleceram regras universais de jogo, e ainda um código aplicável às irregularidades.

O bridge rodado é um divertimento caseiro que apaixona seus praticantes, uma vez que não permite aposta; vale simplesmente pela beleza dos lances. Para medir a força dos competidores e comparar suas habilidades em relação ao jogo, usa-se o bridge duplicado, que consiste na repetição do quadro inicial, de modo a apresentá-lo a oito jogadores divididos em parcerias quatro a quatro. É um procedimento que elimina o fator sorte e permite a realização de campeonatos entre milhões de jogadores, distribuídos em pequenos grupos; a partir de repetidas eliminatórias, proclamam-se campeões mundiais.

No Brasil o bridge também tem grande aceitação. É disputado em clubes particulares, que se reúnem em federações e organizam torneios em todo o país. No cenário mundial, a competição mais importante é a Bermuda Bowl, que possui convenções próprias e equivale a um campeonato mundial. A Federação Mundial de Bridge, fundada em 1958, passou a promover, a partir de 1960, olimpíadas de bridge de quatro em quatro anos.

http://www.klimanaturali.org
http://www.geografiatotal.com.br