Tuvalu, Aspectos Gerais de Tuvalu

Tags

Tuvalu, Aspectos Geográficos e Socioeconômicos de Tuvalu

TUVALU - ASPECTOS GEOGRÁFICOS E SOCIAIS DE TUVALUGeografia – Área: 24 km². Hora local: +15h. Clima: equatorial. Capital: Fongafale (Atol Funafuti). Cidade: Fongafale (5.000) (2016).

População – 12 mil (2016); nacionalidade: tuvaluana; composição: tuvaluanos 92%, outros grupos polinésios 8%. Idiomas: inglês, tuvaluano. Religião: cristianismo 89,3% (protestantes 102,6%, outros 11,5% - dupla filiação 24,8%), sem religião 5,1%, outras 5,1%, ateísmo 0,6%. Moeda: dólar australiano.

Relações Exteriores – Organizações: Comunidade Britânica, ONU. Embaixada: Missão Permanente de Tuvalu junto às Nações Unidas. 800, Second Avenue, suite 400B, New York, NY 10017, EUA.

Governo – Monarquia parlamentarista. Div. administrativa: 9 ilhas. Chefe de Estado: rainha Elizabeth II, do Reino Unido, representada pelo governador-geral Faimalaga Luka (desde 2003). Primeiro-ministro: Maatia Toafa (desde 2004). Partidos: não há. Legislativo: unicameral – Parlamento, com 12 membros. Constituição: 1978.

O nome Tuvalu significa "oito unidos", na língua local, e simboliza as suas oito ilhas habitadas. Um dos menores países, Tuvalu fica no centro da Oceania, e seu território é formado por nove atóis de coral. Como nenhum ponto se situa a mais de 5 metros acima do nível do mar, Tuvalu corre o risco de submergir se houver aumento do nível dos oceanos em decorrência do efeito estufa. A maioria da população trabalha na pesca e na agricultura artesanal, cujo produto principal é o coco. São importantes fontes de renda as remessas de tuvaluanos que trabalham no exterior e a concessão do direito de uso de seu domínio na internet, ".tv".

Bandeira de TuvaluHistória de Tuvalu

Os primeiros habitantes chegam provavelmente no século XIV, provenientes de Samoa. Os atóis que compõem Tuvalu eram inicialmente uma colônia espanhola denominada Ilhas de Laguna. Entre 1850 e 1875, milhares de habitantes são transformados pela Espanha em escravos no Peru e no Chile. Com o nome de Ilhas Ellice, tornam-se protetorado britânico em 1892. A possessão é unida a outro arquipélago, em 1915, ao formar a Colônia das Ilhas Gilbert e Ellice. Em 1975, as Ilhas Ellice, separam-se das Ilhas Gilbert (atual Kiribati). Em 1978 tornam-se independentes, com o nome de Tuvalu. A nação adota uma nova bandeira em 1995 e elimina dela o símbolo da Comunidade Britânica. A medida provoca insatisfação popular contra o primeiro-ministro Kamuta Latasi. Em 1996, um voto de desconfiança no Parlamento derruba Latasi, e Bikenibeu Paeniu é eleito para o cargo, restaurando a bandeira anterior. Paeniu renuncia em 1999 e é substituído por Ionatana Ionatana. Um acordo do uso do domínio .tv na internet, assinado em 2000, deve fazer o Produto Interno Bruto (PIB) do país crescer mais de 50% em 12 anos. Ionatana morre em dezembro.

Fongafale, a capital de Tuvalu
Fongafale, a capital de Tuvalu
O Parlamento elege Saufatu Sopoanga para primeiro-ministro em 2002. Em junho de 2003, a oposição acusa Sopoanga de protelar a convocação do Parlamento para evitar a votação de uma moção de desconfiança contra seu governo. Em setembro, é indicado o novo governador-geral, Faimalaga Luka. Os parlamentares iniciam seu trabalho dois meses depois. Em agosto de 2004 é aprovada moção de desconfiança que põe fim ao governo de Sopoanga. O novo premiê eleito é Maatia Toafa.


http://www-geografia.blogspot.com.br/
www.klimanaturali.org