Barreira, Declives no Litoral Brasileiro

Barreira, Declives no Litoral Brasileiro

Barreira, Declives no Litoral BrasileiroBarreira é o nome dado no Nordeste brasileiro aos declives de terreno originários de erosão nos limites dos planaltos que caem abruptamente sobre o mar, caso em que aparece associada à plataforma de abrasão. A barreira, um tipo de falésia, com altura que varia de vinte a sessenta metros, resulta da ação destrutiva do oceano sobre arenitos terciários friáveis, intercalados com folhelhos mais ou menos decompostos, donde a variedade de suas cores. Quando afastada da costa e  antecedida por praias, a barreira pode sofrer a ação de enxurradas e das águas pluviais, o que a segmenta.

Formação típica do litoral brasileiro, as barreiras são encontradas desde a costa do Pará até a baía de Guanabara, embora de maneira descontínua.

O termo tem outros sentidos regionais no Brasil. Em parte de Minas Gerais, indica fontes perenes de água mineral. Nas margens do rio Araguaia, barrancos escarpados, que chegam a alcançar mais de três mil metros de extensão. No Pantanal, barreiras são as "baías" que durante a época de estiagem secam em todo ou em parte, apresentando alta salinidade ou até depósitos salinos. O povo chama também barreira a uma encosta onde se explora argila ou saibro, ou ainda aos barrancos argilosos que ao deslizarem, por efeito de chuvas, interrompem as estradas.

Geografia Total