Islândia, Aspectos Gerais da Islândia

Islândia, Aspectos Geográficos e Socioeconômicos da Islândia

ISLÂNDIA, ASPECTOS GEOGRÁFICOS E SOCIOECONÔMICOS DA ISLÂNDIAGeografia: Área: 102.819 km². Hora local: +3h. Clima: subpolar (maior parte) e temperado oceânico (S). Capital: Reykjavík. Cidades: Reykjavík (114.000), Kópavogur (26.000), Hafnarfjördur (21.000), Akureyri (16.000) (2016).

População: 302 mil (2016); nacionalidade: islandesa; composição: islandeses 99%, outros 1%. Idioma: islandês (oficial). Religião: cristianismo 97,2% (protestantes 89,1%, outros 8%), sem religião e ateísmo 1,8%, outras 1,1%. Moeda: coroa islandesa.

Relações Exteriores: Organizações: Banco Mundial, FMI, OCDE, OMC, ONU, Otan. Consulado Geral Honorário: Telefax (11) 5547-0700 – São Paulo (SP).

Governo: República com forma mista de governo. Div. administrativa: 104 municipalidades. Partidos: da Independência, Progressista, coalizão Aliança (Aliança do Povo, Social-Democrata, entre outros). Legislativo: unicameral – Parlamento, com 63 membros. Constituição: 1944.

Segunda maior ilha da Europa, a Islândia – cujo nome significa terra do gelo – situa-se no extremo norte do oceano Atlântico, nos limites do Círculo Polar Ártico. A ilha é repleta de vulcões ativos, responsáveis pela formação de vastos desertos de lava no território, também assolado por tremores de terra. As erupções ferventes dos gêiseres quebram a monotonia das calotas de gelo, que cobrem 12% da superfície. O país vive essencialmente da exportação de pescados e seus derivados. Por isso defende o fim da proibição de caça às baleias, argumentando que a crescente população de algumas espécies afeta o estoque de peixes.

Bandeira da IslândiaHistória da Islândia

A ilha da Islândia integra-se ao contexto europeu no século IX, quando os vikings, navegadores da Escandinávia, estabelecem-se na região. Em 930, diversos clãs se unem e formam o Althing, o mais antigo Parlamento ainda em funcionamento no mundo. O país pertence à Dinamarca de 1380 até o século XX. Em 1918 ganha autonomia limitada. Quando os alemães invadem a Dinamarca, em 1940, na II Guerra Mundial, a Islândia é ocupada por tropas britânicas e norte-americanas. Em 1944, um plebiscito aprova a independência.

Reykjavík, Capital da Islândia
Reykjavík, Capital da Islândia
Guerras do bacalhau - Dos anos 1950 aos 1970, o país aumenta três vezes o limite de suas fronteiras marítimas, para proteger o setor pesqueiro das frotas estrangeiras. O Reino Unido não aceita a nova jurisdição e dá início às guerras do bacalhau. Em 1976, os dois países chegam a um acordo, e o limite de 200 milhas, estabelecido no ano anterior, é reconhecido pelo Reino Unido. Nos anos 1990, a economia islandesa se expande rapidamente graças ao setor de pesca, à diversificação da indústria e aos acordos comerciais com a União Europeia (UE). A nação reluta, porém, em aderir ao bloco econômico, porque teria de aceitar uma política pesqueira comum, que considera prejudicial a sua produção. As eleições legislativas de 1999 dão vitória aos partidos da coligação governista, de centro-direita: o Partido da Independência, do primeiro-ministro David Oddsson, e o Partido Progressista. Oddsson mantém-se à frente do governo. Em 2000, o Parlamento concede novo mandato ao presidente Ólafur Ragnar Grímsson.

Nas eleições legislativas de maio de 2003, o Partido da Independência é o mais votado, conquistando 22 das 63 cadeiras do Parlamento. Em agosto, a Islândia reinicia um programa de caça a baleias, com finalidades científicas. Ambientalistas contestam essa motivação e acusam o país de retomar a caça comercial. Grímsson é reeleito presidente, com 85,6% dos votos, em junho de 2004. Três meses depois, Halldór Ásgrímsson, do Partido Progressista, torna-se primeiro-ministro, no lugar de Oddsson.

Erupções do Eyjafjallajökull em 2010Erupções do Eyjafjallajökull em 2010

As erupções ocorridas em 2010 na geleira Eyjafjallajökull  faz parte de uma série de grandes eventos vulcânicos que ocorreu e continua ocorrendo em Eyjafjallajökull na Islândia. A atividade sísmica que se iniciou no final de 2009 deu lugar a uma erupção vulcânica em 20 de março de 2010, colocando seu Índice de Explosividade Vulcânica em 1. Uma outra erupção em 14 de abril de 2010 causou uma paralisação generalizada do transporte aéreo europeu, afetando milhares de voos e causando uma espécie de efeito dominó em todo o mundo.

Fonte: http://www-geografia.blogspot.com.br/