Rio Indo na Ásia

Rio Indo na Ásia

Rio Indo na Ásia
Rio Indo
Situado numa região de cordilheiras e estepes áridas, o rio Indo tem sido aproveitado para irrigação agrícola há milênios.

O rio Indo nasce no sudoeste do Tibet (China), numa altitude de 5.500m, e corre na direção noroeste, num percurso de 2.900km, entre as montanhas do Himalaia, pelas regiões de Jammu e Cachemir, na Índia. Sua bacia totaliza 1.165.500km2. Como suas águas procedem do degelo das neves, o nível se eleva durante a primavera e o verão, sobretudo de julho a outubro, época das monções úmidas. Seu volume médio anual supera 200 bilhões de metros cúbicos -- duas vezes o do Rio Nilo e o triplo do volume do Rio Tigre e do Rio Eufrates juntos.

Rio Indo na Ásia (Mapa)Ao passar o limite ocidental de Cachemir, o rio se desvia na direção sul e sudeste, para as planícies semi-áridas do Paquistão, onde flui com rapidez até alcançar a planície do Punjab. Nessa região, recebe os principais afluentes da margem esquerda, o Jhelum, o Chenab, o Ravi, o Beas e o Sutlej. O leito então se alarga e o rio avança mais lentamente, depositando grande quantidade de materiais de aluvião. Em Tatta forma um extenso delta e deságua no mar Arábico, ou de Omã.

Os canais de irrigação e as obras destinadas a controlar as elevações sazonais favorecem a agricultura na planície do Indo, que também é aproveitado para a pesca. Com a separação da Índia e do Paquistão, em 1947, destruiu-se o excelente sistema de canalização criado durante a época colonial pelos britânicos. O Tratado de Águas do Indo, firmado em 1960, estabeleceu a divisão dos cursos fluviais do vale entre os dois países.

www.klimanaturali.org