Kiribati, Aspectos Gerais de Kiribati

Tags

Kiribati, Aspectos Geográficos e Socioeconômicos de Kiribati

KIRIBATI, ASPECTOS GEOGRÁFICOS E SOCIOECONÔMICOS DE KIRIBATIGeografia: Área: 849 km². Hora local: +15h. Clima: equatorial. Capital: Bairiki. Cidade: Bairiki (42.000) (2016).

População: 105 mil (2016); nacionalidade: kiribatiana; composição: kiribatianos 98%, outros 2%. Idiomas: ikiribati (oficial), inglês. Religião: cristianismo 94,4% (católicos 52,9%, protestantes 44,4%, outros 5,4% - dupla filiação 8,3%), bahaísmo 5,2%, sem religião 0,4%. Moeda: dólar australiano.

Relações Exteriores: Organizações: Banco Mundial, Comunidade Britânica, FMI, ONU.

Governo: República presidencialista. Div. administrativa: 3 grupos de ilhas. Partidos: não há; destacam-se as frentes políticas Maneaban Te Mauri e Boutokan Te Koaua. Legislativo: unicameral – Casa da Assembleia, com 41 membros. Constituição: 1979.

Arquipélago formado por 33 ilhas de coral e vários atóis, distribuídos por 5 milhões de quilômetros quadrados, Kiribati está localizado na área central do oceano Pacífico. O país era cortado pela Linha Internacional da Data, que determina a mudança de dia no calendário. Dessa forma, quando era manhã de domingo na capital, Bairiki, ainda era manhã de sábado no leste do país. O governo unifica os horários, em 1995, ao decidir mover a linha para leste. Uma das ilhas, Banaba, teve os depósitos de guano, dos quais se retira o fosfato, explorados até a exaustão pelos britânicos e se torna inabitável. A nação é uma das menos desenvolvidas do mundo.

Bandeira de KiribatiHistória de Kiribati

Os primeiros habitantes, vindos do sudeste da Ásia, chegam ao arquipélago entre 4 e 5 mil anos atrás. Uma expedição comandada pelo espanhol Fernando de Grijalba chega a algumas das ilhas em 1537. No século XIX, a região começa a ser explorada pelos britânicos, que as denominam ilhas Gilbert, em homenagem ao primeiro explorador britânico da região, e a transformam num protetorado, em 1892. Em 1915, com o arquipélago das Ellice, forma a Colônia britânica das Ilhas Gilbert e Ellice. Desde o início do século XX, empresas do Reino Unido, da Austrália e da Nova Zelândia exploram fosfato nas ilhas. O arquipélago é ocupado pelo Japão na II Guerra Mundial. Após o conflito, passa a ser utilizado por britânicos e norte-americanos para experiências nucleares. As Ilhas Ellice separam-se da colônia em 1975, formando o atual Tuvalu. Em 1979, as Ilhas Gilbert tornam-se uma república independente, com o nome de Kiribati. O novo país entra em litígio com o Japão por causa da pesca com redes de arrastão realizada por barcos japoneses, atividade suspensa em 1991. Em 1994, a frente política Partido Progressista Nacional, no poder desde a independência, é derrotada nas eleições legislativas pela frente Maneaban Te Mauri. No mesmo ano, Teburoro Tito, da Maneaban Te Mauri, é eleito presidente e declara-se contrário à passagem de navios japoneses com lixo atômico pela região. Tito reelege-se em 1998. Em 1999, dois recifes de coral desabitados são encobertos pela água do mar, como resultado do efeito estufa, que aumenta a temperatura do planeta e eleva o nível dos mares. O governo divulga o fato internacionalmente, alarmado com a possibilidade de outras áreas do país submergirem.

Bairiki, Capital de Kiribati
Bairiki, Capital de Kiribati
O presidente Teburoro Tito é reeleito em fevereiro de 2003, mas seu governo cai um dia após iniciar o terceiro mandato, em decorrência de voto de desconfiança da Casa da Assembleia. Em julho, Anote Tong, da frente oposicionista Boutokan Te Koaua, elege-se presidente, derrotando seu irmão, Harry Tong, candidato do governo. Na campanha eleitoral, Anote Tong questiona a permissão dada à China para manter no arquipélago uma estação de rastreamento de satélites. Em novembro, Kiribati estabelece relações diplomáticas com Taiwan (Formosa). Isso leva o governo chinês a romper com o país e a desativar a estação. Em agosto de 2004, Anote Tong acusa a China de tentar desestabilizar seu governo.

Fonte: http://www-geografia.blogspot.com.br/