Neocolonialismo no Mundo Globalizado

Neocolonialismo no Mundo Globalizado

Neocolonialismo no Mundo GlobalizadoO Neocolonialismo no Mundo Globalizado é um processo de exploração econômica e dominação política dos continentes africano e asiático pelas potências capitalistas emergentes no decorrer do século XIX e começo do XX. A disputa por novos mercados leva à partilha da África e da Ásia. Reino Unido, França e Bélgica, as primeiras potências industrializadas, iniciam o processo. São seguidos por Alemanha e Estados Unidos da América (EUA) – que alcançam o apogeu industrial e econômico a partir de 1870 – e, posteriormente, por Itália, Rússia e Japão.

Nessa época, os países industrializados procuram encontrar territórios ricos em matérias-primas para abastecer sua economia e novas regiões para investir o capital excedente. As colônias devem atender também aos problemas de crescimento populacional da metrópole e de fornecimento de mão-de-obra numerosa e barata. As inovações tecnológicas decorrentes da segunda Revolução Industrial e a exploração de novas fontes de energia aumentam a capacidade de produção das indústrias, o que força ainda mais a busca de novos mercados. A França instala-se sobretudo no noroeste da África, na Indonésia e na Indochina. O Reino Unido domina a Índia, ocupa o Egito, a China e estabelece colônias na África. A Rússia avança na Sibéria, no Cáucaso e na China. A Bélgica ocupa a República Democrática do Congo; a Alemanha, grande parcela da África negra. O Japão instala-se na Coreia, em parte da China e na Indochina. Os EUA dominam Cuba, Porto Rico, Filipinas, Samoa Americana, Guam e Havaí.

As metrópoles fundam companhias privadas nas colônias para explorar o território e desenvolvem um sistema administrativo fortemente centralizado nas mãos de colonos. Os conflitos gerados pelos interesses colonialistas levam à I Guerra Mundial. A partir da II Guerra têm início a descolonização da África e da Ásia.

Imperialismo Mundial

Imperialismo significa “expansão ou tendência para a expansão do poder político e econômico  de uma nação ou Estado sobre outro”. Desta forma, podemos concluir que imperialismo é a execução de uma influência social, política, econômica e cultural demasiadamente grande de um país sobre o outro.

O imperialismo foi algo marcante no final do século XIX, época em que os avanços tecnológicos gerados pela Revolução Industrial resultaram em um grande aumento de produção. Como consequência disto, surgiu a necessidade de se expandir o mercado consumidor desses produtos, e mais, surgiu a necessidade de se obter mais matérias-primas.

Diante disto, as grandes potências industriais da época começaram a exercer atitudes imperialistas. Assim, partiram para regiões da África, Ásia e Oceania com o fim de obter mais mercados consumidores, matérias-primas e mão-de-obra barata, ou seja, queriam o lucro. Desta forma, países industrializados como Inglaterra, Estados Unidos, Alemanha e França começaram a formar grandes impérios econômicos.

O pretexto usado pelos países imperialistas era o de estarem levando ciência e progresso para os povos explorados. A ganância e a louca disputa por mais dinheiro e poder resultaram em diversos conflitos, desencadeando significativas rivalidades entre as potências imperialistas, fato que foi o principal motivo da Primeira Guerra Mundial.

http://www-storia.blogspot.com.br/