Rio Níger na África

Rio Níger na África

Rio Níger na África
Um dos três mais extensos rios da África, o Rio Níger percorre cinco países do noroeste africano e, ao longo de 4.200km, forma uma bacia de 1.890.600km2. Nasce no maciço de Futa Djallon, na Guiné, próximo à fronteira com Serra Leoa, a uma altitude de 800m e a 200km de distância do litoral atlântico. Em seu curso alto, recebe as águas dos afluentes Milo, Sankarani e Tinkisso, entre outros.

Centro dos impérios Mali e Songhai, que floresceram em seu vale na Idade Média, o rio Níger proporciona aos países que atravessa fertilidade, energia hidrelétrica, pesca e via de transporte.

O rio entra no Mali, banha a capital, Bamako, e a cidade de Tombuctu. Ao penetrar a região sul do Saara, perde muito em volume pela evaporação. Atinge seu ponto extremo ao norte, a 1.300km do litoral atlântico, onde descreve uma volta brusca na direção sudeste. Atravessa o Níger, passa pela capital, Niamey, e desenha parte da fronteira com o Benin. Cruza a Nigéria na direção sudeste e, após receber seu principal afluente, o Benuê, desemboca no golfo de Guiné, onde forma um imenso delta.

O regime do Níger é determinado pelos diversos climas que o afetam em seu percurso: tropical úmido no curso alto; semi-árido e desértico no curso médio, onde quase desaparece; e de novo tropical no curso baixo. É navegável em trechos dos cursos médio e alto e em dois mil quilômetros do curso baixo, na Nigéria, onde se destacam os portos de Jebba e Baro, ligados por ferrovia a Lagos. A passagem do Níger pelas savanas e desertos favorece a irrigação das lavouras de arroz, algodão e amendoim.

Rio Níger
Rio Níger